Cotidiano

China e Argentina fecham acordo para construção de usinas nucleares

Segundo a presidente Cristina Kirchner, o acordo prevê também a transferência de tecnologia chinesa, e significa "um caminho para o aprofundamento da nosso relacionamento estratégico"

Pedro Henrique Fonseca

Publicado em 04/02/2015 às 17:25

Compartilhe:

A presidente da Argentina, Cristina Fernandez de Kirchner, aproveitou a viagem à China para assinar uma série de acordos entre os dois países, entre eles a construção de duas usinas nucleares no país sul-americano.

Segundo Kirchner, que se encontrou com o presidente Xi Jinping, o acordo prevê também a transferência de tecnologia chinesa, e significa "um caminho para o aprofundamento da nosso relacionamento estratégico."

O gigante asiático também ajudará a construir ferrovias e barragens. Ao todo, foram 15 acordos assinados nas áreas de mídia, energia, tecnologia espacial, finanças, tecnologia de comunicações e passaportes.

"Ambos os lados estão comprometidos a fortalecer a cooperação em diversos campos, especialmente no desenvolvimento de infraestrutura básica (...) e em um comércio bilateral estável", afirmou Xi.

A China tem procurado fortalecer sua presença na América Latina, e empenhou cerca de US$ 250 bilhões em investimentos na região nos próximos cinco anos. A política de aproximação, assim como na África, busca fortalecer a estatura geopolítica do país.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Polícia

Homem é preso com entorpecentes em Mongaguá

Ocorrência faz parte de uma série de operações que visa atrapalhar o andamento do comércio de drogas

Esportes

Palmeiras perde para o Botafogo e fica na vice-liderança do Brasileirão

Vitória fez o Botafogo assumir a liderança da tabela com 36 pontos

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter