Governo SP

Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe entra na última semana em SV

De acordo com a Secretaria de Saúde, 63.259 pessoas foram imunizadas, totalizando a cobertura vacinal de 64,77%. A meta da Cidade é atingir 97.668 munícipes

Comentar
Compartilhar
24 MAI 2019Por Da Reportagem17h04
A imunização está disponível nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) e Estratégia de Saúde da Família (ESF)Foto: Agência Brasil

A Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe (Influenza), que começou em 10 de abril, está entrando em sua última semana — termina no próximo dia 31. De acordo com a Secretaria de Saúde (Sesau) de São Vicente, 63.259 pessoas foram imunizadas, totalizando a cobertura vacinal de 64,77%. A meta da Cidade é atingir 97.668 munícipes.

O público que deve se vacinar são pessoas a partir de 60 anos, professores e trabalhadores da saúde (rede pública e privada), portadores de comorbidades (doenças crônicas, como hipertensão e diabetes), crianças entre 6 meses e 6 anos, puérperas (mulheres com até 45 dias pós-parto), grávidas em qualquer idade gestacional, policiais civis, militares, bombeiros e membros ativos das Forças Armadas .

Para realizar a imunização, é necessário se dirigir a uma das 23 unidades, tendo em mãos um documento oficial com foto, além de crachá ou documento de identificação profissional, caso se trate de trabalhadores da saúde, sistema prisional e professores. Se aquele que vai ser vacinado for menor de idade, os responsáveis devem levar a caderneta de vacinação para registro e atualização (se necessária) das vacinas — para este grupo, a certidão de nascimento é aceita.

Já as puérperas devem estar munidas da certidão de nascimento do bebê ou o cartão de pré-natal. Quanto aos portadores de comorbidades, é preciso levar declaração ou receita médica dos últimos três meses para comprovar a doença crônica ou condição especial.

A diretora de Vigilância em Saúde da Sesau, Elenice Cristina de Souza, explica a importância da vacina. “A vacinação é segura e não causa gripe, pois os vírus são inativados, ou seja, mortos e não causam a doença”. Ela ainda ressalta que a vacina previne formas graves da gripe, que poderiam ocasionar complicações e até mesmo o óbito do paciente.

A imunização está disponível nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) e Estratégia de Saúde da Família (ESF), de segunda a sexta, das 9h às 15h30. A dose aplicada é trivalente e protege contra o vírus H3n2, H1n1 e B.

Locais de atendimento: 

- ESF Humaitá I e II - Rua Alfredo das Neves, s/n

- UBS Catiapoã- Avenida Pérsio de Queiroz Filho, 733

- UBS Central - Avenida Antônio Emmerich, 509 – Vila Melo

- ESF Japuí- Avenida Tupiniquins, s/n

- UBS Jardim Guassu - Rua Lagarto, 101

-UBS/ESF JIP - Rua Roberto Koch, 584 – Jóquei Clube

- ESF Jardim Rio Branco I - Rua Antônio RiscallaHusne, 1760

- ESF Jardim Rio Branco II e III - Rua Eduardo Cação, s/n

- UBS Náutica III - Rua Nicolau Patrício Moreira, 225 – Cidade Náutica

- UBS/ESF Parque Bitaru - Praça Infante Dom Henrique, s/n

- UBS/ESF Parque das Bandeiras - Praça Dario Aredes Lacerda, 70

- ESF Parque Continental - Avenida Central, 940

- UBS Parque São Vicente - Praça Dom Pedro I, s/n

- UBS/EACS Pompeba- Rua Antonio da Costa, s/n

- UBS/ESF Ponte Nova e Quarentenário - Rua Salvador, 40 – Vila Ponte Nova

- UBS/ ESF Praça Vitória - Praça Vitória, s/n – Vila Voturuá

- UBS /ESF Samaritá- Rua Sergipe, 70

- UBS/ ESF Sambaiatuba- Praça Dom Bosco, s/n – Jóquei Clube

- UBS/ EACS Tancredo Neves – R. Luiz Meirelles Araújo, s/n – Cidade Náutica

- UBS Vila Margarida / ESF Saquaré - Rua Polydorio de Oliveira Bittencourt, 299 – Vila Margarida

- ESF Gleba II - Avenida Dr. Celso Santos, 510

- ESF Rio Negro - Rua E, 110

- ESF Vila Ema - Rua Eliseu Almeida Melo, 10

Colunas

Contraponto