Campanha de vacinação é prorrogada em Santos

A campanha nacional foi prorrogada até o dia 9 de junho pelo Ministério da Saúde

Comentar
Compartilhar
29 MAI 2017Por Da Reportagem11h00
Os grupos prioritários definidos pelo Ministério da Saúde são crianças de 6 meses a menores de 5 anos, gestantes, trabalhadores da saúde, puérperas e idososOs grupos prioritários definidos pelo Ministério da Saúde são crianças de 6 meses a menores de 5 anos, gestantes, trabalhadores da saúde, puérperas e idososFoto: Matheus Tagé/DL

A campanha nacional de vacinação contra a Influenza (gripe) foi prorrogada até 9 de junho pelo Ministério da Saúde. Em Santos, a imunização pode ser feita nas 32 policlínicas de segunda a sexta, das 9 às 16h, sendo voltada principalmente para os grupos prioritários (crianças de 6 meses a menores de 5 anos, gestantes, trabalhadores da saúde, puérperas e idosos), os quais correspondem no município ao total de 128.934 pessoas.

A meta é vacinar pelo menos 90% desta população, o que corresponde a 116 mil pessoas – até quarta (25) foram cobertas 75.673 pessoas (58,69% do total). Ao todo, já foram aplicadas na Cidade 94.360 doses, incluindo outros grupos alvos da campanha: pacientes com comorbidades (hipertensos, diabéticos etc), professores, guardas municipais, policiais militares e civis, bombeiros, integrantes da Defesa Civil, funcionários do Poupatempo, Correios e Defensoria Pública, promotores do Ministério Público e procuradores gerais.
 
Documentação

Para se vacinar os profissionais devem comparecer aos postos de saúde munidos de crachá ou documento com registro profissional. Já os pais e responsáveis devem levar a carteira de vacinação das crianças; os idosos, documento de identidade com foto; e, pacientes com comorbidades (doenças respiratórias crônicas, diabetes etc), o atestado médico.