Cotidiano

Ademário afirma que Rua das Torres será a 'Champs-Elyseé' de Cubatão

Prefeito da Cidade fez testes de iluminação nas torres de energia situadas entre as ruas Espanha e Portugal, no Jardim Casqueiro

Luana Fernandes

Publicado em 19/06/2024 às 21:05

Comentar:

Compartilhe:

Ademário Oliveira fez teste de iluminação na Rua das Torres / Reprodução/Instagram

Na noite desta quarta-feira (19), o prefeito Ademário Oliveira testou a nova iluminação que receberá as torres de energia da Rua das Torres, no Jardim Casqueiro. Ao som de “La Vie En Rose”, de Édith Piaf, o chefe de Executivo afirmou que a via - que será totalmente revitalizada - será a ‘Champs Elysées’ de Cubatão.

A famosa rua que ostenta grandes torres de energia - sob cuidados da CPFL Piratininga - irá receber um novo visual. As obras do Projeto de Requalificação do Paisagismo do Caminho das Torres de Transmissão do Jardim Casqueiro seguem em andamento. Durante o teste de iluminação, Ademário mostrou as cores que irão iluminar a via: azul, rosa e verde.

Veja como o prefeito de Cubatão, Ademário Oliveira, divulgou o teste em suas redes sociais:

Como ficará a nova Rua das Torres?

O projeto idealizado pela Prefeitura de Cubatão transforma a Rua das Torres em um espaço de convívio e lazer. “Este projeto é resultado de um ano e meio de tratativas com a CPFL. O prazo foi necessário para que se chegasse a um consenso que atenda aos anseios da comunidade e também da proprietária do espaço que corta o bairro em que estão as torres. Será um lugar aconchegante, onde as pessoas poderão frequentar com seus amigos familiares”, definiu Karla Roncete Mineiro, arquiteta, urbanista e paisagista responsável pelo projeto.

Ela explicou que de um lado haverá uma ciclovia e do outro será a passagem de pedestre. Revelou que serão construídos bancos ao longo da calçada com guarda-sóis gigantes para proteger do sol e da chuva. Um muro de concreto com pintura em branco vai separar o limite da área em que ficam as torres, cujo caminho compreende desde a Av. Jorge Peralta até o final do bairro Ponte Nova, no qual não poderão ser plantadas árvores que atinjam mais de três metros de altura depois de crescidas, internamente e externamente.

Desta forma, Karla explica que a vegetação indicada é a de arbustos e plantas baixas. Para isso, haverá o plantio de árvores nativas como as espécies manacá-de-cheiro, jerivá, areca-bambu, além dos arbustos pingo-de-ouro, clorofito e torena. O local terá placas de aviso quanto ao perigo de transitar na área das torres de transmissão de energia.
 

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Diário Mais

Entenda o que é a 'infiltração marítima', fenômeno que atinge o litoral de SP

O Climatempo indicou nesta semana que as cidades do litoral brasileiro, incluindo de SP, seriam atingidas pelo fenômeno

Variedades

Lenda do metal, Edu Falaschi se apresenta neste fim de semana em Santos

Vocalista promete cantar músicas que não são apresentadas ao vivo por ele há mais de 12 anos como "Carry On", "Nothing To Say", "Time", "Make Believe" e mais

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter