7 pontos fundamentais para entender e aprimorar a comunicação

Seja na hora de disputar uma vaga no mercado do trabalho ou quando a comunicação é indispensável para cultivar relacionamentos

Comentar
Compartilhar
02 DEZ 2017Por Da Reportagem17h30
Vivemos a era da comunicaçãoFoto: Reprodução

Vivemos a era da comunicação. Hoje, qualquer cidadão comum já sentiu a necessidade de se comunicar e de se familiarizar às pressas com as novas e velozes ferramentas da informação.

Seja na hora de disputar uma vaga no mercado do trabalho ou quando a comunicação é indispensável para cultivar relacionamentos. Assim, é importante entender essa necessidade da comunicação. Quem acha complicado lidar com o desenvolvimento da capacidade de se comunicar frente ao crescente volume de informação corrente no mundo, alerto: não adianta reclamar, esse volume não vai diminuir.

A questão é outra: se a nossa forma de compreender o mundo e os meios de se relacionar com os outros está mudando na medida em que a comunicação se torna mais importante e mutante, precisamos perceber e desenvolver nossas capacidades de acordo com as novas ferramentas.

Isso significa se envolver com as dimensões da comunicação. Para entender melhor, aponto sete dimensões fundamentais da comunicação verbal. Confira abaixo:

A primeira é a intrapessoal, que tem a ver com a “ponte” que uma pessoa estabelece consigo mesma e até onde ela é capaz de trabalhar o seu comportamento e transformar a timidez em força para se expressar com confiança e entusiasmo.

A segunda dimensão é a interpessoal, que não é exatamente o oposto da primeira, mas engloba o diálogo, a empatia, a importância do feedback, o elo com nosso interlocutor e a força da alteridade (a capacidade de se colocar no lugar do outro).

Outra dimensão é a vocal, que lida com o “como” dizer.

A quarta dimensão trata da comunicação corporal: até que ponto os nossos gestos, expressões faciais, estilos, aparências e sinais são importantes para as mensagens sem palavras?

A dimensão técnica, por sua vez, tem a ver com os recursos para uma comunicação adequada aos ambientes e circunstâncias, isto é, o ambiente ou ferramentas como aplicativos, audiovisuais, etc.

Na dimensão intelectual, que a produção dessa comunicação assume destaque quando somos capazes de planejar e preparar com propriedade as nossas apresentações.

Por último, e não menos importante, a dimensão espiritual se refere ao cultivo dos nossos valores para a busca de uma liderança pessoal e exclusiva.

Como você pode perceber, a comunicação nem é um bicho-de-sete-cabeças, nem é a coisa mais simples desse mundo. Por isso, ela tem que ser levada a sério, na sua profundidade. Hoje, somente com este mergulho que percorre as dimensões da comunicação poderemos aplicá-la à vida e ao trabalho. A comunicação desenvolvida tem poder suficiente para provocar mudanças positivas  pela ética e pela dignidade.