X

Brasil

Prefeitura de São Paulo autoriza testes de ônibus sem cobrador

Atualmente, apenas 6% dos usuários de ônibus na cidade pagam em dinheiro

Agência Brasil

Publicado em 03/04/2017 às 20:30

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Prefeitura de São Paulo autoriza testes de ônibus sem cobrador / Divulgação

A prefeitura de São Paulo autorizou a operação experimental de cinco ônibus sem cobradores na linha Metro Jabaquara-Terminal Santo Amaro, na zona sul. Segundo a São Paulo Transporte (SPTrans), estatal municipal que faz a gestão do sistema de coletivos, os testes estão sendo feitos desde sábado (1º), com o compromisso de que não haverá demissão dos cobradores.

Atualmente, apenas 6% dos usuários de ônibus na cidade pagam em dinheiro. A grande maioria (94%) utiliza modelos do Bilhete Único, sistema que concede descontos por fidelidade ou nas integrações com outros modais. Na linha onde está sendo feito o teste, apenas 2% dos usuários ainda pagam as viagens com dinheiro.

A prefeitura não informou se há planos para testar o novo modelo em outras partes da cidade.

A MobiBrasil, empresa que opera a linha, disse, em nota, que não haverá demissões de cobradores. Segundo a companhia, estão sendo oferecidos cursos de capacitação nas áreas de manutenção, controle de operação e gestão de qualidade, para que os profissionais sejam realocados em outras áreas.

“Além destes cursos, temos também a Escola de Formação de Motoristas, criada para oferecer oportunidade aos cobradores e profissionais de outras áreas a se tornarem motoristas”, acrescenta o comunicado.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Oportunidade

Praia Grande oferece 50 vagas gratuitas para oficina de fotografia

Inscrições começam na próxima segunda (22), no Palácio das Artes

COPA DO BRASIL

Sorteio define mandos das semis da Copa do Brasil; veja quem decidirá em casa

É a primeira vez na história que uma competição de cunho nacional terá a decisão das semis sendo do eixo Rio-SP, com 2 de cada estado

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software