Manaus começa a transferir pacientes para outros estados

De acordo com a Secretaria de Saúde do Amazonas, 235 enfermos serão encaminhados para receber atendimento médico

Comentar
Compartilhar
15 JAN 2021Por Gazeta de S. Paulo13h03
Pacientes foram transferidos em aviões da FABFoto: Reprodução

Manaus começou a transferir pacientes para outros estados na manhã desta sexta-feira (15). Há voos programados para o Maranhão, Piauí, Rio Grande do Norte e Paraíba, segundo o Ministério da Defesa.

Os pacientes estão sendo transferidos em voos da Força Aérea Brasileira (FAB). De acordo com a Secretaria de Saúde do Amazonas, 235 enfermos serão encaminhados para receber atendimento médico devido ao colapso no sistema de saúde local.

O primeiro voo comportou nove pacientes, de acordo com o Comandante da Ala 8 da Base Aérea de Manaus, Brigadeiro do Ar Luiz Guilherme da Silva Magarão. Inicialmente, 13 passageiros seriam removidos, mas quatro estavam instáveis e não puderam viajar.

"A operação aqui com os passageiros envolveu a preparação da aeronave, que é um C-99, para que ela ficasse com oxigênio disponibilizado e isso limitou a capacidade da aeronave para até 15 pacientes. A operação é delicada, por isso demorou quase uma hora para que a gente conseguisse fazer o embarque dos pacientes nessa missão", informou à "TV Globo".

Cilindros de São Paulo

No início da madrugada desta sexta-feira (15), dois aviões da FAB carregados com cilindros de oxigênio chegaram em Manaus. Eles foram enviados de Guarulhos, na Grande São Paulo, para ajudar na crise de saúde que assola o estado do Amazonas.

Segundo informações da FAB, os dois aviões que levavam os equipamentos decolaram do Aeroporto Internacional de Guarulhos na noite de quinta-feira.

Ao todo, 386 cilindros de oxigênio foram transportados, com mais de 18 toneladas.