X
Bertioga

Viveiro de Plantas fornece mais de dez tipos de mudas para a população

Programa 'Adote uma Árvore' chega a disponibilizar uma média de 30 mudas por semana. Desde 2012, já foram doadas mais de 10 mil mudas

Viveiro de Plantas fornece mais de dez tipos de mudas para a população / Renata de Brito/PMB

Plantar árvores em via pública e ajudar a deixar Bertioga mais verde ficou mais fácil. Quem quiser colaborar com a arborização da Cidade, pode solicitar uma muda do Viveiro de Plantas Educador Ambiental Leopardo Francisco da Silva- Seo Leo", pelo o programa "Adote uma Árvore."  

A proposta do programa do Núcleo de Educação Ambiental é dar mais cor às ruas e quintais do Município. Para isso, são disponibilizadas para a população, mudas de árvores floríferas e de folhagem.

As floríferas são ideais para as calçadas e praças e as que têm frutos não são aconselháveis, pois podem cair nas calçadas e provocar acidentes. Entre as espécies disponíveis para doação estão: pata de vaca, reseda, quaresmeira, aroeira-pimenteira, pau-cigarra, ipê-rosa, ipê-branco e pau-d'alho.

Ao aderir o programa, o contribuinte deve se comprometer a cumprir as condições para plantio da muda, que é escolhida pelos técnicos do Viveiro de Plantas. O local deve oferecer condições ideais, como ter guia e sarjeta e não estar próximo a bocas de lobo. 

O "Programa Adote uma Árvore" faz parte do Plano Municipal de Arborização, que identificou as espécies existentes nas ruas e praças da Cidade e determinou a possibilidade de ampliação da arborização. Quem quiser mais informações pode acessar a Cartilha de Arborização Urbana no site da Prefeitura de Bertioga http://www.bertioga.sp.gov.br/wp-content/themes/bertioga/assets/pdf/AU6_Cartilha_AU.pdf

O viveiro chega a disponibilizar uma média de 30 mudas por semana. Desde sua criação, em 2012, o local já liberou mais de 10 mil mudas provenientes de compensações e licenciamentos ambientais e que estão aptas a serem replantadas.

De acordo com o biólogo Luís Felipe Natalio, antes de plantar uma árvore, deve-se verificar se a espécie não tem potencial invasor, que pode matar outras espécies que estiverem próximas.

"Ao chegar ao Viveiro, o munícipe deverá ser aconselhado sobre qual espécie deve ser plantada na sua residência. Eles respondem um questionário sobre se a rua é asfaltada, se já tem passeio público e qual é a distancia que fica a residência até a esquina", lembra. 

Segundo o biólogo, uma boa arborização provoca efeito sinestésico no ser humano, com a beleza, cor e sombra, o que afeta diretamente a saúde das pessoas. Além disso, as árvores protegem o asfalto, evitando as rachaduras.  

Elas retêm partículas de poluição, além de todos os demais benefícios já conhecidos, como a absorção do gás carbônico e a produção de oxigênio. As árvores também são atrativas para as aves da região, embelezam as ruas e valorizam os imóveis.

Documentação

Os interessados em adotar uma árvore devem apresentar documento com foto e comprovante de residência para fazer o cadastro na Secretaria. O Viveiro de Plantas está localizado Rua Manoel Gajo, ao lado da Delegacia de Polícia. O telefone é 3317-4599.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Brasil

PF indicia empresa grega, dona de navio, por espalhar óleo pelo Litoral

Manchas surgiram em agosto de 2019 nas praias do Nordeste e se espalharam pelas demais regiões nos meses seguintes

Educação

Prazo para solicitar reaplicação do Enem termina nesta sexta-feira (3)

Candidato tem até as 23h59 para fazer pedido na Página do Participante

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software