09h : 09min

Assine o Diário e o Santista por R$8 por mês no plano atual

R$ 10 milhões estão à espera dos trabalhadores só hoje na região

Cerca de 11 mil pessoas em Santos e Região não foram buscar abonos cujo prazo se encerra hoje

Comentar
Compartilhar
29 DEZ 2016Por Da Reportagem11h00
Quem não conseguir sacar o dinheiro hoje e tiver o cartão cidadão pode fazê-lo amanhã no autoatendimentoFoto: Matheus Tagé/DL

O prazo para o saque do abono salarial ano-base 2014 termina hoje em todo País e mais de 900 mil trabalhadores ainda não retiraram o benefício,  sendo cerca de 11 mil na região de Santos,  Litoral e Vale do Ribeira. O prazo para buscar o valor de um salário mínimo (R$ 880) nos bancos vai só até hoje e cerca de R$ 10 milhões estão à espera dos trabalhadores na região.

Se não for sacado o dinheiro será devolvido ao Fundo de Amparo do Trabalhador (FAT). uma vez que o Governo não vai mais prorrogar o calendário de pagamento, cujo prazo inicial de encerramento era em junho e passou para dezembro.

Já quem tem o Cartão Cidadão e senha registrada pode fazer o saque em terminais de autoatendimento da Caixa e casas lotéricas até amanhã, pois neste dia, as agências bancárias estarão fechadas para balanço anual previsto no calendário bancário.

Até a última terça-feira, apenas 284.849 trabalhadores sacaram o Abono Salarial do PIS/Pasep. Nesse período, foram registrados os saques de 41% do Abono Salarial dos trabalhadores com direito ao Pasep e 18% do total de trabalhadores com direito ao PIS. No total, os saques chegam a R$ 249.196.952,06.

Segundo informações do Banco do Brasil e da Caixa, 811.450.327,94 de um total de 920.432 trabalhadores que ainda não retiraram o dinheiro.Um dos motivos da demora no saque pode ser o fato de que estão sendo pagos dois benefícios neste ano.

“É muito comum as pessoas buscarem o saque nas agências ou loterias e os agentes bancários entenderem que a pessoa está querendo o saque do calendário atual”, explica o coordenador-geral do Seguro-Desemprego e Abono Salarial do MTE, Márcio Borges.

Quem tem direito aos abonos do PIS e do Pasep

O Abono Salarial ano-base 2014 está sendo pago para quem estava inscrito no PIS/Pasep há cinco anos ou mais e trabalhou com carteira assinada por pelo menos 30 dias naquele ano, com remuneração mensal média de até dois salários mínimos.

Também é preciso ter seus dados informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais).

Para conferir se tem direito ao benefício, o trabalhador pode acessar o portal do Ministério do Trabalho (www.trabalho.gov.br/abono-salarial). Basta inserir CPF ou número do PIS/Pasep e data de nascimento para fazer a consulta. Outra opção é a Central de Atendimento Alô Trabalho, que atende pelo número 158 e também dá informações sobre o PIS/Pasep.

Se o trabalhador verificar que tem direito ao abono do ano-base 2014 na relação do Ministério do Trabalho, mas receber uma informação diferente na agência bancária, deve pedir que o atendente faça uma nova consulta, a partir do CPF, e que atualize os dados cadastrais do PIS ou ­Pasep.

“Se o nome do trabalhador aparecer na lista de beneficiados do Ministério do Trabalho, ele, com certeza, tem direito ao benefício”, destaca Márcio Borges.

O coordenador recomenda que os trabalhadores se apressem e não deixem o saque para o último dia.

Colunas

Contraponto