Santos Vacinação 2

Sindicato denuncia falta de água ao funcionalismo em Santos

O Sindserv informa que, em contato com a Secretaria de Gestão, obteve a informação que a Administração estaria tentando normalizar a situação, o que ocorreria na próxima segunda-feira.

Comentar
Compartilhar
13 JAN 2018Por Da Reportagem10h36

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Santos (Sindserv) denunciou ontem que todas as unidades (repartições públicas) da Prefeitura estão sem água para consumo dos funcionários. Segundo a entidade sindical, o contrato para fornecimento dos galões foi encerrado e um novo ainda não teria sido homologado. Boa parte das unidades não possui filtro ou bebedouro. Funcionários que ficam no prédio do Banco do Brasil já estão sem água há uma semana.

O Sindserv informa que, em contato com a Secretaria de Gestão, obteve a informação que a Administração estaria tentando normalizar a situação, o que ocorreria na próxima segunda-feira. Com a Coordenadoria de Suprimentos (Cosupri), descobriu que o novo contrato estaria ainda em trâmite interno, mas que a água só voltaria a ser fornecida somente no início de fevereiro.

A direção do Sindserv afirma que o contrato teria sido realizado com dispensa de licitação propositadamente para que o fornecimento passasse a ser emergencial. “Ainda não é possível ver o contrato pelo Portal da Transparência, por isso, não dá para saber porque o contrato atual, de apenas três meses, custará o dobro do contrato anterior, que tinha período de um ano”, aponta o Sindserv.

Prefeitura

Procurada, a Prefeitura confirmou que o novo contrato licitatório para o fornecimento de água será homologado em fevereiro. Entretanto, desde dezembro há um contrato emergencial (três meses) em vigor para abastecimento das unidades, o fornecimento já foi ajustado com a empresa contratada já foram entregues 350 galões de água, priorizados locais que não contam com filtro ou bebedouro.

Os locais são prontos-socorros da Zona Leste, Central, Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU), unidades básicas de saúde, Núcleo de Atendimento Psicossocial (NAPS), Paço Municipal, Banco do Brasil e Centro Administrativo). Ontem, foram entregues mais 430 galões em equipamentos da Zona Noroeste, Morros (São Bento e Nova Cintra), e Centro. As entregas serão normalizadas até terça-feira

Diário da Copa

RUSSIA 2018
Faltam
dias para a Copa

Colunas

Contraponto