Banner gripe

Acusado de matar comerciante em assalto é preso em Praia Grande

Homem dirigia o Celta azul usado no crime, ocorrido no último dia 15, quando foi surpreendido pela Polícia Civil na Vila Sônia

Comentar
Compartilhar
27 DEZ 2017Por Gilmar Alves Jr.11h30
A vítima, de 43 anos, foi baleada no último dia 15Foto: Reprodução

Acusado pelo latrocínio (roubo seguido de morte) do comerciante Edson Reis de Andrade, de 43 anos, o ex-detento Lucas Alexandre Barbosa, de 22, foi preso na manhã de ontem em Praia Grande. Ele dirigia o Celta azul usado no crime, ocorrido no último dia 15, quando foi surpreendido pela Polícia Civil na Vila Sônia.

Policiais do 1º DP da cidade, sob o comando do delegado Juvenal Marques Ferreira Filho e do investigador Olívio Bento,  chegaram à identidade de Lucas após análise de imagens de monitoramento das imediações do crime, na Vila Guilhermina, e de uma busca no sistema da Polícia Civil. Pelas imagens da câmera de um imóvel do bairro, foi possível identificar os números da placa, mas não as letras.

“Demos início a um trabalho árduo, mas satisfatório para descobrir a placa inteira, sendo então utilizados todos os meios de pesquisas da Polícia Civil, onde fizemos várias combinações e pesquisas, chegando finalmente à placa do veículo utilizado no latrocínio”, informam os investigadores do caso.

Os policiais chegaram a um boletim de ocorrência de acidente de trânsito envolvendo o Celta e apuraram no registro que apesar de pertencer a avó de Lucas ele fica sempre com o rapaz.

Com passagem por roubo, Lucas deixou o sistema prisional em junho deste ano, segundo a polícia. Uma foto de arquivo dele foi exibida ao sobrinho do comerciante assassinado, que também foi rendido no delito. Ele não teve dúvidas em reconhecer o ex-detento.

Tiro na cabeça

Internado no Hospital Irmã Dulce, Edson, que era morador de Campinas, morreu quatro dias depois de ser atingido.  Ele comercializava chinelos e tinha vindo para Praia Grande com o sobrinho em uma caminhonete no último dia 15.

Em uma parada na Rua Peru, eles foram rendidos por Lucas e mais um criminoso ainda não identificado, diz a polícia. A dupla abriu a porta da caminhonete e subtraiu R$ 5 mil. Após uma reação de Edson, que deu um soco em Lucas, o rapaz atirou contra a cabeça do comerciante e fugiu.

Diário da Copa

RUSSIA 2018
Faltam
dias para a Copa

Colunas

Contraponto