Promo DL

Nilmar assina com o Santos, mas anúncio oficial será na segunda

O Peixe atrasou o anúncio, pois ainda aguarda documento que permite a regularização do atacante. O presidente Modesto Roma Jr., porém, alega 'termos de logística'

Comentar
Compartilhar
07 JUL 2017Por Diário do Litoral17h37
Nilmar já conheceu o técnico Levir Culpi e os seus novos companheirosFoto: Divulgação

O atacante Nilmar esteve na Vila Belmiro, nesta sexta-feira (07), e assinou contrato com o Santos por um ano e meio. O anúncio oficial, porém, ficará apenas para a próxima segunda-feira (10). Segundo apuração do Diário do Litoral, o atraso se deu pela falta de um documento que permite a regularização do atleta. O presidente Modesto Roma Júnior, porém, alega “termos de logística”.

O vínculo do jogador com o Peixe é válido até o dia 31 de dezembro de 2018. O atleta, de 32 anos, que teve boas passagens por Corinthians, Internacional e Villarreal (ESP), chegou sem custos ao time santista após rescindir contrato com o Al-Nasr, dos Emirados Árabes. Ele receberá um salário de cerca de R$ 200 mil, além de bônus por produtividade.

"O Nilmar já assinou contrato, nesta sexta-feira. Na segunda-feira teremos a "assinatura formal", quando serão divulgadas as fotos para vocês (da imprensa). Atrasamos o anúncio oficial por termos de logística. Podemos dizer que está tudo certo! Na terça-feira, ele já será apresentado e dará entrevista coletiva”, afirmou o presidente santista ao DL.

Ainda de acordo com o clube, o adiamento do anúncio, que estava previsto para esta sexta, serviu para evitar uma mudança de foco no final de semana, já que o Peixe terá pela frente, neste domingo, na Vila Belmiro, um clássico importante contra o São Paulo, pela 12ª rodada do Brasileiro.

Na tarde desta sexta, Nilmar esteve presente no CT Rei Pelé e teve o primeiro contato com o técnico Levir Culpi e os seus novos companheiros. Sob os cuidados do Departamento Médico do clube, ele iniciou os trabalhos físicos na academia, visando um recondicionamento físico.

Como não atua de forma oficial desde maio do ano passado, quando entrou em campo pela Liga dos Campeões da Ásia, o atacante terá que realizar uma “mini-pré-temporada” para readquirir a melhor forma. A tendência é que ele fique à disposição entre agosto e setembro.

Vale lembrar ainda que o atacante chegou a ser oferecido ao Santos ainda neste ano, mas as negociações não avançaram. Na época, o técnico Dorival Júnior, que era o comandante da equipe, não se interessou pelo atleta.

Colunas

Contraponto