Gabriel marca de novo, Santos vence São Caetano e retoma liderança do Grupo D

Na rodada anterior, ao ficar no 2 a 2 com a Ferroviária, o time alvinegro permitiu que o Botafogo o ultrapassasse

Comentar
Compartilhar
14 FEV 2018Por Estadão Conteúdo21h46
Gabigol marcou em sua reestreia na VilaFoto: Flávio Hopp/Haw Image

Gabriel reestreou com gol na última rodada, mas o Santos empatou. Nesta quarta-feira, no jogo que marcou seu retorno ao estádio da Vila Belmiro, em Santos, ele balançou as redes novamente e, desta vez, o time alvinegro derrotou o São Caetano por 2 a 0, pela sétima rodada do Campeonato Paulista.

Na comemoração, Gabriel deu um beijo no gramado, uma forma de agradecer à nova oportunidade no clube que o revelou e também uma maneira de colocar um ponto final ao pior momento de sua carreira - durante um ano e meio em que esteve no futebol europeu, entrou pouco em campo e marcou apenas dois gols, um pela Internazionale e outro pelo Porto.

A vitória em casa recolocou o Santos na liderança do Grupo D, com 11 pontos. Na rodada anterior, ao ficar no 2 a 2 com a Ferroviária, o time alvinegro permitiu que o Botafogo o ultrapassasse. A equipe de Ribeirão Preto (SP), no entanto, caiu para o segundo lugar, com nove, ao empatar por 1 a 1 com a Ponte Preta também nesta quarta-feira.

O Santos alcançou o terceiro triunfo na competição sem grandes sustos. O primeiro gol veio com Lucas Veríssimo, de cabeça, aos 34 minutos do primeiro tempo. Até então, o jogo estava equilibrado com uma chance para cada lado. O goleiro Vanderlei havia salvado a equipe da casa em cobrança de falta de Alex Reinaldo e Helton Leite fez milagre em chute de David Braz à queima-roupa.

Na etapa final, Gabriel aproveitou contra-ataque logo no primeiro minuto e definiu a vitória. A cinco minutos do fim, o técnico Jair Ventura promoveu o retorno aos gramados do meia Vitor Bueno.

Ele não jogava oficialmente desde 1.º de julho do ano passado, no empate por 1 a 1 com o Atlético Goianiense, no Campeonato Brasileiro, quando rompeu o ligamento cruzado do joelho direito. Apesar do pouco tempo em campo, Vitor Bueno teve uma chance para marcar. Nos acréscimos, recebeu cruzamento de Gabriel e, livre, bateu para defesa de Helton.

O Santos agora se concentra para o clássico contra o São Paulo, neste domingo, no estádio do Morumbi, na capital, pela oitava rodada do Paulistão. O São Caetano, lanterna geral com apenas quatro pontos, tenta reagir neste sábado contra a Ferroviária, em casa.

FICHA TÉCNICA

SANTOS 2 x 0 SÃO CAETANO

SANTOS - Vanderlei; Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, David Braz e Caju (Arthur Gomes); Alison, Jean Mota (Matheus Jesus) e Vecchio (Vitor Bueno); Copete, Eduardo Sasha e Gabriel. Técnico: Jair Ventura.

SÃO CAETANO - Helton Leite; Alex Reinaldo, Sandoval, Max e Esley (Ferreira); Bruno Recife, Diego Rosa (Rafael Costa), Vinícius Kiss e Chiquinho; Ermínio (Paulo Vinícius) e Marlon. Técnico: Pintado.

GOLS - Lucas Veríssimo, aos 34 minutos do primeiro tempo; Gabriel, a 1 minuto do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - David Braz (Santos); Chiquinho e Alex Reinaldo (São Caetano).

ÁRBITRO - Vinicius Furlan.

RENDA - R$ 92.490,00.

PÚBLICO - 4.165 pagantes.

LOCAL - Estádio da Vila Belmiro, em Santos (SP).

Diário da Copa

RUSSIA 2018
Faltam
dias para a Copa

Colunas

Contraponto