Lanche é a opção mais pedida no delivery da região

Um levantamento realizado no ano passado pela iFood mapeou o perfil, por região do país, de quem pede comida por aplicativo.

Comentar
Compartilhar
13 JAN 2019Por Vanessa Pimentel12h05
Na região, o grande matador de fome deixou de ser a pizza, que foi vencida pelos lanches. A iguaria italiana ficou em 2º lugar.Foto: Marcos Santo/USP Imagens

Um levantamento realizado no ano passado pela iFood, empresa que atua no ramo de pedidos online, mapeou o perfil, por região do país, de quem pede comida pelo aplicativo. Na Baixada Santista, o grande matador de fome deixou de ser a pizza, que foi vencida pelos lanches. Mas, a iguaria italiana seguiu firme em segundo lugar.  Em terceiro, a tradicional comida brasileira, seguida por uma forte concorrente: a japonesa. 

O comportamento do público da região parece, de fato, ter influenciado na escolha dos novos empreendedores caiçaras já que, só em Santos, foram abertos nos últimos dois anos 378 bares, segundo a prefeitura. O órgão explicou que não existe um cadastro especial para hamburgueria e, por isso, este tipo de empresa é registrado como bar. 

Já o número de pizzarias se manteve baixo, com sete em 2017 e nenhuma no ano passado. A lista dos pedidos mais realizados elencou dez tipos de refeição na seguinte ordem: 5º lugar: Comida Chinesa; 6º lugar: Comida Saudável; 7º lugar: Comida Italiana; 8º lugar: Comida Árabe; 9º lugar: Carne; 10º lugar: Sorvete.

Aplicativo

iFood é uma empresa brasileira fundada em 2011, atuante no ramo de entrega de comida pela internet. É lider no setor na América Latina, com presença na Argentina, México e na Colômbia.

Fundada como uma startup, recebeu investimentos de capital de risco, incluindo de grupos de Jorge Paulo Lemann. Em 2014 foi adquirida pela Movile, mesmo ano em que ocorreu uma fusão com a RestauranteOnline, quando o valor da nova companhia foi para um bilhão de reais.

Colunas

Contraponto