Débitos prefeituras

Escolas arrecadam 228 litros de óleo de cozinha usado em Praia Grande

Quantia foi coletada por escolas que participam do Ação Renove o Meio Ambiente

Comentar
Compartilhar
08 MAR 2018Por Da Reportagem20h01
A quantia foi coletada desde que a iniciativa foi implantada, no final de novembroFoto: Divulgação/PMPG

As escolas municipais participantes do programa Ação Renove o Meio Ambiente, promovido pela Liza/Cargill, arrecadaram 228 litros de óleo de cozinha usado. A quantia foi coletada desde que a iniciativa foi implantada, no final de novembro. Os números foram divulgados na manhã desta quarta-feira (7), em reunião realizada no Departamento de Educação Ambiental (DEA) entre representantes da Cargill (empresa que comercializa o óleo de cozinha da marca Liza), da Preserva (empresa que coleta e recicla o óleo arrecada pelas escolas) e diretores das escolas participantes do projeto.

De acordo com o analista de sustentabilidade da Cargill, Fernando Janizello, o volume de óleo arrecadado é considerado expressivo, levando-se em conta que a campanha começou pouco antes do período de férias e as aulas só retornaram em fevereiro.

“De agora em diante, a expectativa é que a arrecadação aumente exponencialmente, principalmente a partir das ações de conscientização que forem realizadas com alunos e comunidade”, afirmou o especialista em sustentabilidade, que deu orientações aos diretores escolares de como desenvolver estratégias de conscientização ambiental e potencializar a coleta de óleo usado.

Ele explicou ainda que para cada litro de óleo arrecadado, serão repassados 50 centavos à APM da escola.

“No entanto, não queremos que este seja o foco da escola, pois o objetivo da campanha é o cuidado com o meio ambiente e a conscientização”, o diretor da Preserva, Leonardo Giardini, também afirmou estar com expectativa alta em relação à campanha em Praia Grande. “Por conhecer o trabalho de educação ambiental desenvolvido aqui e perceber que as escolas municipais de Praia Grande realmente prezam pela questão ambiental, tenho certeza que teremos um ótimo resultado”.

Comissão

O programa Ação Renove o Meio Ambienta está entre as iniciativas adotadas pela Comissão de Desenvolvimento do Projeto de Reciclagem de Óleo de Cozinha, instalada por meio de projeto de lei nº 29.705 de 2014, pelo prefeito Alberto Mourão. A diretora do Departamento de Educação Ambiental (DEA), Eliane Queiroz, que acumula a função de presidente da comissão, destacou que a metodologia da multiplicação fará a diferença para disseminar os conceitos de sustentabilidade. “A ideia é que os diretores que estão aqui multipliquem essas informações junto aos professores de suas escolas para que eles multipliquem entre seus alunos e estes em suas famílias”.

Projeto

O programa Ação Renove o Meio Ambiente foi implantado na cidade graças à parceria entre a Administração Municipal (por meio do DEA) e a empresa Cargill, que comercializa o óleo de cozinha da marca Liza. Vinte escolas da rede municipal servem como pontos de descartes de óleo de cozinha usado. Nas unidades, com o slogan “Lugar de Óleo de Cozinha Usado é na Escola”, o grande foco da ação é conscientizar pais, alunos e responsáveis em evitar que descartem o óleo de cozinha já usado de forma incorreta. Para isso, as unidades de ensino receberam um contentor/display que serve para armazenar o material. Quem quiser participar, deve levar à escola seu óleo usado armazenado numa garrafa PET e colocar no contentor. Periodicamente, a empresa de reciclagem Preserva passará nas escolas recolhendo o material que seráreaproveitado para fazer novos produtos, como biodiesel. O projeto conta com apoio da Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) e Ecovias.

Colunas

Contraponto