Entrada da Cidade

Aplicativo de celular ajuda a localizar crianças perdidas na praia

Entidade quer criar uma onda de bondade na Cidade

Comentar
Compartilhar
06 DEZ 2018Por Da Reportagem14h20
Aplicativo de celular ajuda a localizar crianças perdidas na praiaFoto: Divulgação

Quem já passou pelo sufoco de perder uma criança na praia sabe que todo o cuidado é pouco. Pensando nisso, a Ong Anjos do Verão criou um aplicativo de celular que localiza crianças perdidas nas praias de Guarujá. A entidade quer mobilizar moradores, turistas, comerciantes e hoteleiros para baixar o app e entrar na onda da bondade.

Por meio do app Aaangels, disponível nas lojas virtuais Google Play e Apple Store, as pessoas podem fazer o cadastro das crianças informando os dados pessoais, bem como os responsáveis. Com o cadastro feito, se o pequeno se perder, fica mais fácil localizá-lo usando o aplicativo. O app também pode ser utilizado para encontrar objetos e documentos.

A ONG Anjos do Verão foi criada em 2006, em Guarujá pelo educador Rui Silva. "Quando meu filho Lucas tinha dois anos de idade ele se perdeu na praia. Depois dessa experiência, passei a observar o sofrimento dos pais e filhos e decidi criar a Ong para ajudar. Hoje Lucas tem 18 anos e é um voluntário também", declarou o educador.

Rui explica que montou uma barraca na praia da Enseada e começou a orientar os turistas e moradores. O projeto utiliza pulseirinhas de identificação, a estratégia de bater palmas ao encontrar uma criança perdida, além da tecnologia, com mensagens através das redes sociais. Em 12 anos de trabalho, mais de 1.300 crianças já foram encontradas e entregues aos seus responsáveis.

"Nunca é demais lembrar, sempre usar pulseirinhas de identificação nas crianças pequenas e os maiores que já sabem ler ensinar a memorizar o telefone e combinar um ponto de encontro fixo", orienta Rui Silva.

"Não se perca de mim"

A Guarda Municipal de Guarujá coordena o projeto "Não Se Perca de Mim". A iniciativa realiza o cadastro e distribuição de pulseiras de identificação e auxilia o reencontro das crianças com seus responsáveis  nas praias das Pitangueiras e Astúrias.

Colunas

Contraponto