01h : 51min

Conheça o
Caderno + DL

Ler

Assine o Jornal por R$8
por mês no plano atual

AssineLer Jornal

Terminal Rodoviário de Bertioga continua inacabado

Prefeitura de Bertioga informa que está sendo desenvolvido um estudo para readequação do espaço

Comentar
Compartilhar
11 AGO 2017Por Da Reportagem10h30
O equipamento, que fica às margens da Rodovia Manoel Hypólito do Rego (Rio-Santos), custou R$ 1,18 milhãoFoto: Matheus Tagé/DL

Anunciada em 2010, iniciada em 2011 e praticamente terminada em 2015, a nova Rodoviária de Bertioga, erguida no bairro de Vista Linda, apodrece aos olhos do poder público local. 

Foram investidos mais de R$ 1 milhão (R$ 1,18 milhão) entre alvenaria, cobertura, acessos e o equipamento até hoje não foi inaugurado e, consequentemente, não entrou em operação.       

O terminal rodoviário fica na Rua Roberto de Almeida Vinhas, às margens da Rodovia Manoel Hypólito do Rego (Rio-Santos). O terminal foi planejado para contar com seis baias de ônibus para embarque e desembarque; oito lojas, para uso comercial; lanchonete, um posto de Juizado de Menores, um posto da Polícia Militar, ambulatório de saúde, área administrativa, alojamento para motoristas, além de guichês de informações, de vendas de passagem, banheiros e fraldários.

A Prefeitura de Bertioga previa que o terminal iria permitir a redução do deslocamento das pessoas residentes em bairros distantes como Boracéia, Guaratuba, São Lourenço, Riviera e Jardim Indaiá, que até hoje precisam se locomover até a região central da cidade para embarcar em linhas intermunicipais. 

Além disso, a intenção era melhorar o ordenamento do sistema de transporte municipal, além de proporcionar geração de emprego e renda para muitas famílias.

Prefeitura. Procurada, a Prefeitura de Bertioga informa que está sendo desenvolvido um estudo para readequação do espaço, que poderá receber alguns serviços públicos, visando ­aumentar a circulação de pessoas. E, assim, criar interesse de empresas para explorar o local. A previsão de conclusão desses estudos é para este semestre.

Colunas

Contraponto