X

Saúde

Implante auditivo: encontro gratuito em SP reúne mais de mil pessoas

Desde 2016, a cidade de São Paulo recebe o 'Cochlear Day Brasil', maior encontro de pessoas surdas ou com deficiência auditiva no País

Da Reportagem

Publicado em 06/03/2023 às 10:40

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Evento comemora Dia Mundial da Audição / Divulgação

No último sábado, dia 4 de março, aconteceu no parque do Ibirapuera, em São Paulo, gratuitamente, a 3ª edição do Cochlear Day. O evento reuniu quase 1000 pessoas com o objetivo de se conectarem com outros usuários de implantes auditivos, bem como informações sobre novas tecnologias no setor. O encontro também comemora o Dia Mundial da audição, comemorado em 3 de março.

O compartilhamento de experiências e informações sobre o tema foi o norte do encontro, interrompido na forma presencial por dois anos em função da pandemia, e que retornou com bastante socialização, diversão e festas. Famílias inteiras de implantados e interessados estiveram no local.

Christopher Bertrand, presidente da Cochlear Latin América, esteve no local abrindo a cerimônia, e se mostrou muito orgulhoso com os avanços do implante coclear no Brasil.

"Essa tecnologia fará os implantados ouvirem até mais do que nós, que não temos implantes. Minha meta é que as pessoas possam ser ouvidas agora e sempre", disse Chris, citando o caso da própria filha que há 16 anos é usuária de implante auditivo e " leva uma vida absolutamente normal".

Walter Kuhne, usuário bilateral de implantes Cochlear há 17 anos, após passar por uma quimioterapia e meningite, sequencialmente, comentou sobre a parceria da Fundação Cochlear com a Fundação Malala que, juntas, lançaram o programa Alcance o quiser, que tem como proposta mostrar que a surdez não pode ser barreira para a educação. O objetivo é reconhecer experiências de jovens que superam desafios como Mariana de Melo, de 19 anos, natural de Joinville, Santa Catarina.

Neste ano a história dela será levada a Londres, na Inglaterra, representando o Brasil. "Poderei contar la fora um pouco do que vivi. Quero agradecer a cochlear por essa oportunidade incrivel", disse a jovem que colocou o implante com um ano de vida após ter peda auditiva neurossensorial bilateral profunda por ototoxicidade. Atleta de natação, a jovem já levou duas medalhas de prata no campeonato brasileiro de surdo-olimpíadas (2021), 4 medalhas de ouro (2019), entre outras premiações.

Aumento nos problemas auditivos

"A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que 1 em cada 4 pessoas terão problemas auditivos até 2050", comenta a fonoaudióloga Patricia Mastrorocco, diretora da Cochlear America Latina sobre o primeiro Relatório Mundial sobre Audição da OMS divulgado ainda em 2021. Um milhão e meio de pessoas já possuem problemas na audição atualmente.

"É importante alertar a conscientização dos problemas de audição desde o nascimento. A triagem auditiva neonatal é lei e deve ser feita na maternidade. Caso exista algum problema auditivo, ai, sim, é importante ver a possibilidade de aparelhos como o implante coclear", salientou Patricia.

Segundo ela, podem ser indicados implantes auditivos a pessoas que nasceram sem audição, bem como as que adquiriram problemas durante o decorrer da vida.

 

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Diário Mais

Mau presságio? Branqueamento de corais pode ser sinal da morte dos oceanos; entenda

Estruturas são a base do Oceano

Nacional

Não perca as contas: você sabe quantas vezes o cantor Fábio Jr. se casou?

A lista é bem extensa e pode confundir os fãs

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter