X
Tecnologia

Aplicativos ganham alta tendência para 2022

Paralelamente, o número de horas em que o brasileiro se mantém conectado aos softwares cresceu 45%, elevando o país à primeira posição

Tik Tok lança novidades para o mundo dos negócios durante o primeiro evento global da companhia / Divulgação

As instalações de aplicativos em aparelhos celulares tiveram um crescimento de 31% no primeiro trimestre de 2021. A informação é do relatório anual Global App Trends 2021, da Adjust, plataforma global de app marketing analytics.

O relatório - realizado com base nos top 2 mil aplicativos mais baixados, além de um conjunto de dados de softwares de e-commerce, fintech e jogos  - estuda as tendências de longo prazo em taxas globais de instalação, sessão, tempo gasto in-app, retenção e reatribuição

Paralelamente, o número de horas em que o brasileiro se mantém conectado aos softwares cresceu 45%, elevando o país à primeira posição, com a maior média de tempo gasto em aplicativos em 2021, conforme pesquisa realizada pela App Annie, agência focada em análise do mercado mobile e de aplicativos e divulgada pela revista Forbes.

De acordo com o balanço, que leva em conta resultados do segundo trimestre do último ano, a média de tempo de uso dos apps no país é de 5,4 horas por dia. Em segundo e terceiro lugar vêm a Indonésia, com 5,3 horas, e a Índia, com 4,9 horas.

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

A nível mundial, os usuários de iOS e Android fizeram mais de 140 bilhões de downloads, segundo o mesmo relatório da App Annie. Com 8%, o Brasil ocupa o terceiro lugar no número de softwares baixados, logo atrás dos Estados Unidos, com 9%, e da Índia, que lidera a listagem com 20% do total.

Mercado de apps tem tendência de alta em 2022

Paulo Finn Sostisso, fundador da AppDaqui - empresa que atua com criação de aplicativo multifuncional local -, avalia de forma positiva o crescimento do mercado de app global em 2021, tanto no Brasil, como no exterior, e avalia que o mercado segue aquecido.

“O crescimento do segmento ao longo de 2021 foi excelente, o que não chegou a nos surpreender, uma vez que o resultado já era esperado. Contudo, quando paramos para comparar com outros setores, o crescimento é realmente animador”, afirma. 

Com efeito, o setor de aplicativos sociais espera lucrar cerca de US$ 9 bilhões (R$ 50,32 bilhões) este ano, o que representa uma alta de 82% em comparação ao ano passado, segundo a App Annie.

Aplicativos multifuncionais locais ganham destaque

Sostisso vê os números com otimismo e acredita que o surgimento de novos apps pode resolver várias questões do cotidiano e facilitar a vida dos usuários. “Em especial, ganham destaque soluções como guias comerciais locais, já que a tendência de buscar ferramentas digitais também engloba pequenos comerciantes e empreendedores, tanto de bairro, como de cidades pequenas”.

Para o empresário, os apps de pequenos comércios, empreendedores, guias de bairro e cidades pequenas possibilitam um avanço para o faturamento e a expansão de clientes e negócios.  “Os aplicativos de guia de bairro e de cidade possibilitam o aumento das vendas para empresas e prestadores de serviço, ao mesmo tempo em que geram ganhos para quem administra esses apps da forma correta”.

Neste sentido, segundo o fundador da AppDaqui, os antigos guias e jornais de bairro ainda existem, assim como as calculadoras físicas - porém, eles estão sendo substituídos pelos aplicativos de celular. “É um caminho sem volta, uma vez que os brasileiros se acostumaram a resolver tudo de forma on-line. Vivemos em plena revolução digital, quando trabalhar com a integração entre os mundos físico e virtual nunca fez tanto sentido, mesmo para buscar produtos ou serviços perto de casa”.

A conclusão de Sostisso é corroborada com números: 60% dos consumidores brasileiros aprenderam a integrar seu processo de compras entre os ambientes físico e virtual, segundo uma pesquisa realizada pela All iN e Social Miner, em parceria com a Opinion Box no primeiro trimestre de 2021.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Saúde

Insônia em crianças pode ser tratada com higiene do sono, diz médico

Rotina e hábitos antes de dormir ajudam a evitar a insônia em pequenos

Polícia

Ex-padre é condenado a 21 anos de prisão por abuso sexual a coroinhas

A Justiça acolheu parcialmente denúncia do Ministério Público de São Paulo. A decisão foi publicada no Diário de Justiça desta sexta-feira, 20

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software