Manifestação em Cubatão bloqueia rodovias Cônego e Anchieta

Os 4.800 operários do consórcio Tomé & Technip, que presta serviços à Refinaria Presidente Bernardes, realizam assembleia nesta segunda-feira

Comentar
Compartilhar
26 MAI 201411h38

Em assembleia na manhã desta segunda-feira (26), os 4.800 operários do consórcio Tomé & Technip, que presta serviços à Refinaria Presidente Bernardes de Cubatão (RPBC Petrobrás), bloquearam totalmente a Rodovia Cônego Domênico Rangoni nos dois sentidos, na altura do km 268. A manifestação também afeta o sentido São Paulo da Rodovia Anchieta.

Junto com eles, permanecem em greve 3.200 trabalhadores de outras 11 empreiteiras. Por outro lado, 6 mil empregados de 25 terceirizadas fizeram acordos e voltaram ao trabalho.

Segundo a concessionária Ecovias, na Cônego Domênico Rangoni, sentido São Paulo, as filas iam do km 262 ao 268 por volta das 10h30. No sentido Guarujá, o tráfego estava congestionado do km 270 ao 268. Já a Anchieta estava congestionada do km 57 ao km 55, no sentido São Paulo.

A categoria reivindica aumento real de 10% acima do INPC dos 12 meses anteriores à data-base de maio, correspondente a 5,62%. Na manhã desta quarta-feira (14), participarão de nova assembleia, no mesmo local.

A manifestação as rodovias Rodovia Cônego Domênico Rangoni e Anchieta (Foto: Vespariano Rocha)