Alesp presta homenagem ao trabalhador da saúde

Na visão de Edison Laércio de Oliveira, o trabalho e a necessidade de reconhecimento da categoria é importante para o bom atendimento à saúde da população

Comentar
Compartilhar
19 MAI 201511h38

As galerias da Assembleia Legislativa de São Paulo ficaram lotadas na manhã da última sexta-feira com trabalhadores da saúde vindos das mais variadas regiões do Estado paulista para prestigiar a homenagem ao Dia Estadual do Trabalhador da Saúde, comemorado em 12 de maio.

O deputado estadual Rafael Silva (PDT), autor do projeto que deu origem à lei que instituiu o 12 de maio como Dia Estadual do Trabalhador da Saúde, iniciou os trabalhos enaltecendo os trabalhadores que se dispuseram a vir de tão longe para prestigiar o evento. “Esta homenagem é em respeito ao profissional que enfrenta desafios diários para salvar vidas e luta para vencê-los”, disse o parlamentar.

Silva defende o projeto de redução de jornada para a enfermagem, alegando que é uma forma de dar mais dignidade aos profissionais que convivem diariamente com a fragilidade das pessoas e deixa claro que é e é contra a terceirização na área da saúde, que exige pessoas especializadas para serviços onde o risco de contaminação é existente.

“Esta homenagem é em respeito ao profissional que enfrenta desafios diários para salvar vidas e luta para vencê-los”, disse o parlamentar (Foto: Divulgação)

Na visão do presidente da Federação dos Trabalhadores da Saúde do Estado de São Paulo e do Sindicato da Saúde Campinas e Região, Edison Laércio de Oliveira, o trabalho e a necessidade de reconhecimento da categoria é importante para o bom atendimento à saúde da população. “Homenageá-los é retribuir a dedicação deles quando o assunto é salvar vida”, pontua.

Além do presidente da Federação paulista da Saúde, Edison Laércio de Oliveira, e do deputado estadual Rafael Silva, compuseram a mesa o deputado estadual Davi Zaia e o secretário-geral da União Geral dos Trabalhadores, Canindé Pegado.

E todos foram unânimes em enaltecer trabalhadores que se dedicam diuturnamente a cuidar da vida, não medindo esforços para proporcionar o melhor para o paciente. “Homenageá-los é um dever da sociedade”, diz Pegado.

Paulo Pimentel, presidente do Sintrasaúde de Santos, que esteve presente à solenidade, diz que a importância do profissional de saúde é de vital importância para a Sociedade.  “Mesmo assim nós encontramos difioculdades em termos nossos direitos reconhecidos e até mesmo para se conseguir uma aposentadoria especial é necessário se recorrer ao judiciário. São injustiças que  a categoria enfrenta e uma homenagem como essa é justa e gratificante”, conclui.

Joel Freitas da Silva, do Sindicato da Saúde de Santos , foi um dos homenageados.