Preço tem diferença de até 737% na Região

Pesquisa foi feita pelo Procon em drogarias de Santos, Guarujá e São Vicente

Comentar
Compartilhar
27 MAI 201511h04

O preço de um único medicamento chega a ter diferença de 737,78% de uma farmácia para outra em São Vicente. A conclusão é da pesquisa realizada pelos núcleos regionais da Fundação Procon-SP, órgão vinculado à Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania. Nas drogarias vicentinas, o remédio paracetamol 200 mg, na apresentação em gotas (15 ml), foi encontrado por R$ 0,90 em um estabelecimento e por R$ 7,54 em outro.

A pesquisa na Cidade foi feita no dia 5 de maio deste ano e divulgada ontem. Foram analisados 68 medicamentos em sete estabelecimentos, pelo preço total - sem considerar descontos especiais. Segundo o levantamento, os medicamentos genéricos na Cidade são, em média, 54,41% mais baratos do que os de referência, o que pode representar uma grande economia para o consumidor.

Entre os medicamentos de referência, a maior diferença de preço encontrada foi de 325,35% no Amoxil (Amoxicilina) 500 mg – 21 cápsulas. O maior preço foi R$ 65,93 e o menor R$ 15,50. A Drogaria Extra, a Avenida Antônio Emmerich, obteve a média mais baixa nos preços dos remédios e o Drogão Super, na Praça Cesário Bastos, foi a mais cara avaliada.

 O paracetamol apresentou maior diferença de preço nas três cidades pesquisadas (Foto: Divulgação)

Mais cidades

A Fundação também pesquisou drogarias de Santos e Guarujá. Nas farmácias santistas – sete foram pesquisadas -, a diferença maior também foi no preço do paracetamol de R$ 0,90 a R$ 6,26 – 595,56%. No Município, os genéricos são 60,56% mais baratos do que os de referência – maior diferença entre as 11 cidades pesquisadas em todo o Estado.

Entre as marcas, o Amoxil também foi campeão de diferença nos valores: 310,45% (R$ 63,62 – R$ 15,50). O preço médio encontrado foi de R$ 43,08. Na Cidade, a farmácia com melhor preço dos 68 itens avaliados foi a Drogão Super, na Avenida Conselheiro Nébias, e a com valores mais altos foi a Pague Menos, na Avenida Washington Luiz.

No Guarujá, a pesquisa foi feita em seis drogarias. Mais uma vez o paracetamol ficou em primeiro entre os genéricos, com diferença superior a 661% (de R$ 0,99 – menor preço – a R$ 7,54 – maior preço), e o Amoxil entre os de referência, com variação de 131,09% (de R$ 28,53 a R$ 65,93).

Na cidade, a Drogaria São Paulo – Rua Mario Ribeiro - teve o melhor valor dos remédios – 68% estavam com preços menores ou iguais aos médios obtidos. O Drogão Super, na Avenida Puglisi, ficou com o piro desempenho – 89% dos itens estavam mais caros que a média.