Nigeriano atendido com suspeita de ebola em SV tem malária

Morador da Cidade há 20 anos, homem visitou parentes na Nigéria nos últimos três meses e retornou no dia 24

Comentar
Compartilhar
28 MAI 201510h55

O nigeriano de 37 anos que deu entrada no Hospital Municipal de São Vicente na última terça-feira, 26, com febre alta, tem malária. O diagnóstico foi confirmado ontem, desmentindo informação - publicada por setores da imprensa local e nas redes sociais - de um possível caso de ebola.

O paciente chegou ao hospital por volta das 12h30, com febre e vômito. “A Secretaria da Saúde entrou em contato com o Centro de Vigilância Epidemiológica (CVE) de São Paulo, que orientou que o paciente não vem de área endêmica para ebola, e sim para malária. O paciente foi medicado e hidratado e encaminhado para internação. À tarde, o exame para malária teve resultado positivo”, explica a Secretaria Municipal de Saúde. Ainda segundo a Prefeitura, foram realizados todos os exames solicitados pela equipe da clínica médica.

 O paciente africano chegou ao Hospital Municipal na última terça-feira com febre alta (Foto: Matheus Tagé/ DL )

Segundo a assessoria da Secretaria de Saúde do Estado, nunca houve suspeita de ebola neste caso. Mesmo assim, o paciente será encaminhado ao Hospital Emílio Ribas, em Guarujá, especializado em infectologia.

A Secretaria Municipal de São Vicente ainda aguarda a confirmação de vaga, via Central de Regulação de Ofertas de Serviços de Saúde (CROSS), para transferência do paciente para hospital de referência.

O paciente mora na cidade há 20 anos, mas passou os últimos três meses na Nigéria, em visita a parentes naquele país. Ele retornou de viagem no último domingo, dia 24.