SV divulga cuidados, números e locais de testagem na fase amarela

Exames podem ser feitos no Hospital Municipal e nas Unidades de Pronto Atendimento do Parque das Bandeiras e Humaitá

Comentar
Compartilhar
02 DEZ 2020Por Da Reportagem18h45
Para fazer o exame, é necessário passar por avaliação da equipe de saúdeFoto: Divulgação

Com o aumento de casos de Covid-19 na Baixada Santista, a região retornou para a fase amarela do Plano São Paulo. Por isso, tornou-se necessário reforçar as orientações relacionadas ao novo coronavírus. Assim, a Secretaria de Saúde (Sesau) divulga os números da Cidade e destaca medidas para evitar a propagação da doença.

Desde o início da epidemia, foram confirmados 8.565 casos, dos quais 483 faleceram. A taxa de letalidade no Município é de 5,70%, sendo o centro da Cidade o bairro com maior concentração de óbitos, com 58. Embora a incidência de contágio tenha crescido, as mortes por semana diminuíram.

Apesar disso, os cuidados precisam ser mantidos. "É importante ressaltar que os mais velhos são os mais vulneráveis. As pessoas com mais de 50 anos correspondem a mais de 80% dos óbitos por Covid-19 no Estado de São Paulo. Na maioria das vezes, essa faixa etária é contaminada por pessoas jovens, assintomáticas (sem sintomas) ou oligossintomáticas (com poucos sintomas). Por isso, é preciso ter consciência e cuidado", explica Luciana Schiavetti, diretora de vigilância à saúde da Sesau.

O teste padrão para a detecção do vírus é o swab, feito com a introdução de hastes flexíveis nas narinas e na garganta. Conforme protocolo, o exame deve ser feito entre o 3º e o 7º dia de sintomas.

"É preciso ficar atento aos sinais. Caso a pessoa apresente três dos onze sintomas possíveis, recomenda-se o teste. Tosse, febre, coriza, dor de garganta, dificuldade para respirar, perda de olfato (anosmia), alteração do paladar (ageusia), distúrbios gastrintestinais (náuseas/vômitos/diarréia), cansaço (astenia), diminuição do apetite (hiporexia) e dispneia (falta de ar) fazem parte das características da doença", ressalta Luciana.

Para fazer o exame, é necessário passar por avaliação da equipe de saúde. O procedimento é feito nas unidades de Pronto Atendimentodo Humaitá (Av. José Singer, S/N) e do Parque das Bandeiras (Praça Dario Aredes Lacerda, s/nº) e no Hospital Municipal (R. Ipiranga, 353 – Centro).

Confira os cuidados recomendados pela Sesau:

• Uso correto da máscara (cobrindo nariz e boca) sempre que sair de casa e não somente ao entrar em locais fechados;
• Uso de álcool gel para higienizar as mãos quando a higienização não puder ser feita com água e sabão;
• Distanciamento social de pelo menos 1,5 m;
• Só sair de casa se realmente for necessário;
• Evitar aglomerações;
• Não realizar festas ou eventos com pessoas que não moram na mesma casa.