Maior prazo para MEIs vicentinos é tema de requerimento

Vereador tucano Higor Ferreira apresentou documento defendendo os microempreendedores na última sessão legislativa

Comentar
Compartilhar
25 AGO 2021Por Da Reportagem18h25
São Vicente tem apenas 9.590 inscritos com suas parcelas em dia, de um total de 23.456 vicentinosSão Vicente tem apenas 9.590 inscritos com suas parcelas em dia, de um total de 23.456 vicentinosFoto: Kris Atomic/Unsplash

A pandemia pela qual o País atravessa não poupou nenhuma classe econômica brasileira. Em pesquisa recente, estima-se que 54% dos microempreendedores individuais da região encontram-se inadimplentes com os seus impostos federais.

São Vicente, uma das maiores cidades da região e dona do comércio de rua mais popular da Baixada Santista, tem apenas 9.590 inscritos com suas parcelas em dia, de um total de 23.456 vicentinos, atingindo um índice de inadimplência ainda maior que o da região, chegando a 59,11%.

E para garantir um tempo maior para o pagamento dos tributos e proporcionar um 'respiro' financeiro a essa classe, o vereador Higor Ferreira (PSDB/SV) apresentou um requerimento endereçado ao governo federal, por meio do Ministério da Economia, solicitando que o prazo atual para pagamento dos tributos, que é 31 de agosto, seja estendido a todos os MEIs da Cidade.

"Esses impostos devidos ao Fisco são aqueles que dizem respeito diretamente ao funcionamento da empresa e garantia do empreendedor. Em atraso, as pessoas não podem trabalhar e oferecer seus serviços", explica Ferreira.  

No ofício enviado à União, o vereador solicita que o prazo de pagamento dos encargos previdenciários sejam relaxados e os contribuintes possam ter um tempo maior para pagamento. "Ainda enfrentamos a pandemia e acabamos de sair do período de restrições. Vamos começar agora a trabalhar na totalidade. Esses vicentinos precisam desse tempo para se organizarem", finaliza o parlamentar.