X

PASSIONAL

Homem manda matar segurança por achar que ele era amante da esposa em SV

A polícia registrou o caso como crime passional e prendeu o suspeito; vítima recebeu tiro na nuca

Joe Silva

Publicado em 23/02/2023 às 20:22

Atualizado em 23/02/2023 às 20:44

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Roupas usadas no dia do crime foram apreendidas na casa dos suspeitos / Divulgação/Polícia Civil

A polícia prendeu um homem suspeito de mandar matar um segurança por acreditar que ele seria amante de sua esposa em São Vicente. O crime aconteceu no dia 17 de janeiro e inicialmente foi tido como tentativa de latrocínio, mas, após investigação, a Polícia Civil descobriu que se tratava de um crime passional.

Uma emboscada foi planejada para tirar a vida do segurança. Segundo informações do portal g1, no dia da tentativa de homicídio, a vítima passava de moto por uma avenida no momento em que foi surpreendido por dois homens na Rua Japão, em São Vicente. A dupla o levou para um campo de futebol e disparou um tiro na região da nuca do segurança.

De acordo com o delegado responsável pelo caso, Marcos Alexandre Alfino, o tiro ficou alojado e não atingiu nenhum órgão, o que possibilitou que o homem baleado fugisse do local. 

"Todas as ações dos criminosos foram com base em um relacionamento extraconjugal que a mulher de um deles estaria tendo, porém, em momento nenhum ficou comprovado", disse ele. 

A autoridade conta também que um perfil falso foi criado nas redes sociais. O marido da mulher enviava diversas mensagens ao segurança. "De acordo com o depoimento do homem, a tal pessoa aconselhando a vítima a se afastar da mulher, que ela tinha marido", explicou. 

Investigação 

"Com base nos conteúdos e nas imagens de monitoramento da cidade, nós solicitamos a decretação da prisão temporário de ambos, bem como a expedição do mandado de busca e apreensão, nas respectivas residências", informou ainda o delegado.

Na casa dos criminosos, foi apreendido um carro usado na ação, as roupas utilizadas pelo autor do disparo no dia do crime, além de celulares nos quais as conversas entre a dupla ficou registrada. 

"Diante das informações do telefone, conseguimos identificar um terceiro homem que teria fornecido a arma do crime. Conseguimos encontrar ainda registro do GPS que indicava o dia e horário que os fatos ocorreram, um prova que será usada para uma futura ação penal", explicou Alfino. 

A dupla foi presa temporariamente e segue no distrito policial. "Agora, vamos solicitar ao Instituto de Criminalistística (IC) a reconstituição dos fatos e ao final dos trabalho vou entrar com o pedido de prisão preventiva de ambos. Eles irão responder pelo crime de tentativa de homicídio qualificado, por motivo torpe e emboscada", disse o delegado.

A pena por este crime pode chegar a 30 anos.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Cubatão

Quarta etapa do circuito de rua acontece neste domingo; veja percurso

Modelo do 'Circuito Cubatense 7 Km de Corrida de Rua' é único na Região, composto por 10 etapas que seguem até o fim do ano

Itanhaém

Tradicional Festa de Santo Antônio é atração em Itanhaém; veja programação e cardápio

Tradicional festa junina, que vai até dia 30 deste mês, conta com shows, comidas e bebidas típicas, no Belas Artes

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter