DESDOBRAMENTOS

Temporal e fortes ventos em Santos mobilizam mais de 250 pessoas para o reparo de estragos

Árvores tombaram em bairros como Aparecida, Boqueirão, Embaré e em alguns trechos da orla.

Da Reportagem

Publicado em 16/02/2023 às 23:09

Atualizado em 16/02/2023 às 23:13

Comentar:

Compartilhe:

Equipes permaneceração no serviço de rescaldo ao longo desta quinta-feira / Isabela Carrari/PMS

As fortes chuvas e ventos intensos, acima de 60km/h, com rajadas de 139,19km/h, registrados em Santos na tarde de quarta-feira (15), resultaram na mobilização de cerca de 250 pessoas, entre equipes da Prefeitura e da empresa de limpeza urbana, para reparar os estragos do mau tempo. 

Os registros da ventania foram apurados às 16h24 pela Praticagem de Santos. Árvores tombaram em bairros como Aparecida, Boqueirão, Embaré e em alguns trechos da orla.

Na Rua Dagoberto Gasgon, nas proximidades do número 23, no Boqueirão, moradores acionaram as equipes da Prefeitura preocupados com uma árvore. Sem sinais de enfermidade, estado fisiológico precário, nem risco de queda, a espécie não precisou ser removida.

Secretário das Prefeituras Regionais, Thiago Leal destaca que as equipes da Administração Municipal permaneceram até as 23h de quarta-feira em regime de atendimento emergencial, priorizando casos de risco, como árvores apoiadas na rede de energia interrompendo vias ou passeios. "Contamos também com quatro caminhões cestos, três caminhões munck e um compactador".

Segundo Thiago Legal, foram mobilizados 15 trabalhadores para esses atendimentos, além das equipes da Terracom e das prefeituras regionais para serviços de limpeza.

Na manhã desta quinta-feira (16), as equipes seguem com os trabalhos de limpeza e remoção, que vão se estender ao longo do dia, com mais de 100 trabalhadores e cerca de 15 caminhões e diversas máquinas, em um esforço concentrado de equipes das prefeituras regionais, Terracom e Secretaria de Serviços Públicos (Seserp) para retorno da normalidade dos trechos atingidos pelo temporal.

Desde as 6h desta quinta-feira, a Terracom distribuiu, em diversos pontos do Município, mais de 150 profissionais, entre os quais 78 ajudantes na raspação e recolhimento de galhos, 23 profissionais na varrição, 18 ajudantes na rastelação manual, dez motoristas, nove fiscais, seis coletores, quatro operadores de máquinas e dois encarregados. A empresa está atuando com dez caminhões, duas pás carregadeiras e dois rastelos mecânicos.

MORROS 

Os morros de Santos estão em estado de observação. Moradores destas áreas devem observar sinais de perigo como trincas nas paredes ou no terreno da moradia, rachaduras no solo, inclinações de árvores e postes, estalos nas paredes e muros estufados.

Em qualquer uma dessas situações, o munícipe deve deixar imediatamente a residência e acionar a Defesa Civil pelo telefone 199. Para receber alertas meteorológicos, o munícipe pode se cadastrar através do número 4099.

Segundo o coordenador da Defesa Civil de Santos, Daniel Onias, entre outras medidas preventivas recomendadas aos moradores dos morros está evitar o despejo de lixo e detritos nas encostas que potencializem risco de escorregamento e, especialmente durante o verão, não construir ou ampliar as residências sem a consulta aos setores responsáveis da Administração Municipal.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Diário Mais

Litoral de SP é um dos três melhores pontos de mergulho do Brasil; veja onde e como

Atração fica a 45 km de distância da praia da cidade

Esportes

Porto de Santos pode fechar patrocínio com o Alvinegro Praiano; entenda

Valor será aplicado nas categorias de base e na equipe profissional

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter