X

SANTOS

Santos ganha mais cinco pontos exclusivos para descarte de vidro

A instalação e a manutenção dos PEVs não têm qualquer custo para a Prefeitura de Santos

Da Reportagem

Publicado em 09/03/2023 às 22:04

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Recipiente foi instalado na Praça Mauá e mais quatro pontos / fotos: Nathalia Filipe

Santos passa a contar, a partir desta quinta-feira (9), com mais cinco pontos de entrega voluntária (PEVs) de vidro para o descarte de embalagens deste material. Os equipamentos, com capacidade para armazenar 800 quilos, foram instalados na Praça Mauá (Centro), nos quiosques do Embaré, nas proximidades do Estádio Ulrico Mursa (da Portuguesa Santista, no Jabaquara), na UME Leonor Mendes de Barros (Gonzaga) e no Restaurante Bom Prato Unidade Vila Nova, contemplando a segunda fase do Programa Vidro Vira Vidro.

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

A instalação e a manutenção dos PEVs não têm qualquer custo para a Prefeitura de Santos. A operação dos equipamentos está inserida em um processo de logística reversa: a empresa Massfix, com sede em Mogi das Cruzes, é a responsável pelo encaminhamento do material, que é levado para a Verallia, responsável por reciclar o vidro e transformá-lo em novos recipientes para revender ao setor industrial.

Santos já contava com outros três PEVs instalados em outubro do ano passado, localizados no Aquário Municipal (Praça Luiz La Scala s/nº, Ponta da Praia), Orquidário Municipal (Praça Washington s/nº, José Menino) e Jardim Botânico Chico Mendes (Rua João Fraccaroli s/nº, Bom Retiro).

TECNOLOGIA

Gerente de compras de matéria prima da Massfix, Edna Viana explica que um sensor dentro de cada PEV indica quando o equipamento está ficando cheio. A partir da análise deste dado, é montada uma logística para recolher, por áreas, o material armazenado.

Na apresentação do PEV, está a identificação do que pode ser descartado: garrafas, potes, frascos, perfumes, copos e cacos de vidro. Não podem ser depositados cristais, porcelanas, cerâmicas, louças, lâmpadas, telas de TV e lixo hospitalar.

EXPANSÃO

A meta do programa é instalar cerca de cinco PEVs por semana em Santos. Os demais locais que vão receber os equipamentos são Estação Valongo, Prefeitura Regional da Zona Noroeste, Dale Coutinho, Centro Esportivo Manoel Nascimento Júnior, Centro Esportivo e Recreativo Rebouças, Restaurante Bom Prato São Bento, Vila Criativa Vila Nova, Restaurante Bom Prato Chico de Paula e as UMEs Andradas, Passos Sobrinho, Auxiliadora da Instrução, Barão do Rio Branco, Cely de Moura Negrini, Cidade de Santos e Edméa Ladevig.

Também serão contemplados as redes de atacarejo Assaí, Roldão, Makro e Atacadão; o Novo Quebra-Mar, Rua Tolentino Filgueiras, Prodesan, os quiosques da Pompeia, Gonzaga, Boqueirão, Aparecida e Ponta da Praia, Mercado Municipal de Peixes, Vila Belmiro, Estação Rodoviária e Rua Vereador Álvaro Guimarães.

Analista de projeto CO² e reciclagem da Verallia, Nathália Dias afirma que a experiência implantada em Santos é a primeira desse porte no Estado de São Paulo. "Nossos clientes são as empresas envasadoras". A empresa conta com fábricas para reciclar vidro nos estados de São Paulo, Minas Gerais e Rio Grande do Sul.

"Esta é uma importante ação de reciclagem que implantamos visando a mudança de hábitos", comentou o secretário municipal de Meio Ambiente, Marcos Libório. "Pedimos aos santistas que façam o uso correto destes equipamentos".

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Cotidiano

Rodovias Anchieta e Imigrantes registram 14 km de lentidão nesta manhã

Fluxo de veículos é uma das principais causas

Mundo

Geopolítica em choque! Presidente do Irã morre em acidente de helicóptero

Além do líder político, outras oito pessoas vieram a óbito por conta da queda

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter