X

Santos

Revitalização de importante praça do Centro Histórico de Santos chega à etapa final

Praça Barão do Rio Branco foi reformada e restaurada

Da Reportagem

Publicado em 03/02/2023 às 15:01

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

As obras tem como foco a valorização do patrimônio histórico de Santos e implantar melhorias de acessibilidade / Marcelo Martins/PMS

Falta muito pouco para a revitalização da Praça Barão do Rio Branco, no centro de Santos, ser concluída. A obra, que abrangeu todos os seus quase 2.200m², está sendo finalizada com arremates no paralelepípedo. A reforma e restauração promovem a integração do espaço com o Pantheon dos Andradas e com a Igreja e Convento da Ordem Terceira do Carmo, valorizando o patrimônio histórico de Santos e implantando melhorias de acessibilidade.

Na praça foram realizadas melhorias de pavimentação e drenagem, instalação de moderna iluminação no solo, recuperação do piso em pedra portuguesa e novo paisagismo, além da implantação de itens de acessibilidade. “A iluminação cênica realça a beleza do espaço histórico, que ficou mais atrativo com novos bancos, floreiras e lixeiras”, explica o engenheiro Danilo Uvara, da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Edificações (Siedi). 

A revitalização da praça, que tem no centro o monumento a Gaffrée e Guinle, de 1934, de autoria do escultor italiano Lorenzo Massa, em homenagem aos fundadores da Companhia Docas de Santos e saneadores do porto, foi feita pela Sabino Comércio & Empreiteira Ltda.

A obra somou investimento de pouco mais de R$ 1,6 milhão, recursos do Fundo de Desenvolvimento Urbano do Município (Fundurb), com projeto de autoria da Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedurb).

PRAÇA É UM DOS DESTAQUES NA LINHA TURÍSTICA DO BONDE

A Praça Barão do Rio Branco faz parte do roteiro da Linha Turística do Bonde, passeio que percorre os principais pontos de interesse histórico e cultural do Centro.

Além do Panteão dos Andradas - onde repousam os restos mortais de José Bonifácio de Andrada e Silva e seus ilustres irmãos Martim Francisco e Antônio Carlos Ribeiro de Andrada e Silva, a praça é o endereço da Igreja e Convento da Ordem Terceira do Carmo.

Antes de se chamar Barão do Rio Branco, a praça, que começa na Rua Augusto Severo e Rua Antônio Prado e termina na Praça da República, teve outros cinco nomes: Praça 50, Largo do Carmo, Largo da Cadeia, Travessa do Arsenal e Beco do Rato. 

 

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Diário Mais

Mau presságio? Branqueamento de corais pode ser sinal da morte dos oceanos; entenda

Estruturas são a base do Oceano

Nacional

Não perca as contas: você sabe quantas vezes o cantor Fábio Jr. se casou?

A lista é bem extensa e pode confundir os fãs

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter