X

FLAGRANTE

Polícia Civil prende suspeito de estelionato eletrônico em Santos

Cientes da identificação do suspeito e localização, equipes deslocaram-se até o Bairro Chico de Paula

Da Reportagem

Publicado em 07/01/2023 às 10:10

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Todo o material apreendido foi levado até a delegacia / Divulgação / Polícia Civil

Policiais Civis da 1º Delegacia de Investigações Gerais de Santos (1º DEIC) prenderam em flagrante, na tarde de sexta (6), um homem (29 anos) suspeito de aplicar diversos golpes contra pessoas e instituições de investimento através de engenharia social realizada por intermédio do envio fraudulento de mensagens via SMS que permitiriam o acesso ao TOKEN das contas bancárias dos correntistas, ocasionado prejuízos financeiros às vítimas.

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

A investigação teve início após as vítimas procurarem à Delegacia de Polícia e relatarem os danos sofridos por meio eletrônico. Os policiais civis conseguiram identificar o aparelho celular e localização do suspeito por meio de monitoramento das transações bancárias.

Cientes da identificação do suspeito e localização, equipes deslocaram-se até o Bairro Chico de Paula e aguardaram de modo velado o suspeito receber os cartões bancários fraudados em nome de terceiros.

Assim que o suspeito recebeu a encomenda, os investigadores o abordaram e apreenderam 8 cartões de crédito dentro de envelopes ainda lacrados. Em continuidade às diligências, os policiais civis localizaram na posse do suspeito duas máquinas de cartões bancários, cinco celulares, um caderno contendo as informações das vítimas e valores subtraídos, documentos pessoais em nome de terceiros, diversos chips de celular de operadoras de telefonia diversas e dois notebooks que ainda estava ligados realizando os golpes financeiros.

Os investigadores perceberam que enquanto a busca no imóvel era feita, de maneira remota, os dados do notebook eram apagados. Imediatamente a equipe desconectou os aparelhos eletrônicos da internet, impedindo a destruição de provas.

Todo material apreendido foi encaminhado à perícia criminal para elaboração dos laudos técnicos. O suspeito foi preso em flagrante pelo crime de estelionato eletrônico, cuja pena é reclusão de 4 a 8 anos e multa.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Cotidiano

Rodovias Anchieta e Imigrantes registram 14 km de lentidão nesta manhã

Fluxo de veículos é uma das principais causas

Mundo

Geopolítica em choque! Presidente do Irã morre em acidente de helicóptero

Além do líder político, outras oito pessoas vieram a óbito por conta da queda

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter