Santos

Movimento ODS Santos 2030 tem participação de entidades do terceiro setor

Primeira sessão de capacitação aconteceu em 19 de abril, enquanto a segunda na última quarta (22)

Da Reportagem

Publicado em 24/05/2024 às 17:33

Atualizado em 24/05/2024 às 17:42

Comentar:

Compartilhe:

Durante as reuniões on-line, os participantes foram guiados por um passo a passo detalhado, fornecendo informações sobre os procedimentos necessários para aderir ao Movimento ODS Santos 2030 / Reprodução

 

Em uma ação entre a Casa da Esperança de Santos com a Rede Sementeira, entidades do terceiro setor participaram de workshops sobre como se tornar signatárias do Movimento ODS Santos 2030 e preencher o Dossiê ODS, por intermédio de ações sustentáveis das organizações da sociedade civil santista. A primeira sessão de capacitação aconteceu em 19 de abril, enquanto a segunda na última quarta (22), pelo qual possibilitou a participação de mais instituições.

Durante as reuniões on-line, os participantes foram guiados por um passo a passo detalhado, fornecendo informações sobre os procedimentos necessários para aderir ao Movimento ODS Santos 2030. Desde a compreensão dos princípios e objetivos da iniciativa, criada pela Associação Comercial de Santos (ACS) em parceria com a Prefeitura de Santos, até a identificação das ações específicas de cada organização que contribuem para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, da Agenda 2030, assinada pelos 193 países-membros da ONU.

Para a responsável pelas Relações Públicas da Casa da Esperança, Danielle Passos, a união entre as organizações fortalece a participação ativa do terceiro setor e o compromisso com a Agenda 2030. “Ao trabalharmos juntos, podemos criar um impacto positivo duradouro, promovendo a sustentabilidade, a inclusão social e a prosperidade em nossa comunidade”.

Além da capacitação, foram compartilhadas experiências inspiradoras de organizações que já são signatárias do movimento, destacando os benefícios e oportunidades que surgem ao integrar o conjunto de mais de 120 instituições do Movimento ODS Santos 2030. “É gratificante poder contar com o apoio de outras empresas engajadas em compartilhar conhecimento para que juntos possamos ter um alcance maior das ações que desenvolvemos e aprimoramos ao longo do tempo”, enaltece a superintendente da Apae Santos, Agnes Menezes.

A coordenadora pedagógica do Núcleo de Reabilitação de Deficiência Intelectual São Vicente de Paulo (Nurex), Renata Marques, enfatiza a importância do catálogo de ações, bem como a vinculação delas a cada bandeira ODS. Desta forma, outras organizações podem replicar ou se tornar parceiras. “O Movimento ODS está norteando nossas atividades para atingir as metas da ONU. Muitas vezes acreditamos que isso é papel das empresas do primeiro e segundo setor, mas não, nós, enquanto terceiro setor, temos um papel fundamental para atingir as metas, e dentro da nossa realidade estamos conseguindo isso”.

Galp, Napne, Lar Veneranda, Nurex, Creche Tia Egle, Centro Espírita Luiz Monteiro de Barros, Apae Santos, Creche Tia Egle, Nova Dimensão Educação Especial, Associação Espírita Seara de Jesus, Creche Estrela Guia, Educandário Anália Franco e Apaea - Associação de Pais Amigos e Educadores de Autistas participaram dos workshops.

 

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Bertioga

Com custeio do Estado, Hospital de Bertioga atenderá todo Litoral de SP

Governador visitou as obras do novo complexo hospitalar e confirmou o compromisso do governo estadual

Esportes

De volta ao Santos? Danilo explica suas prioridades no futebol brasileiro

Jogador é capitão da Seleção Brasileira e defende as cores da Juventus (ITA)

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter