X

SANTOS

Área de espera para motos é implantada para aumentar segurança no trânsito em Santos

O objetivo é dar maior visibilidade às motocicletas junto às travessias de caminhantes e diminuir o número de acidentes

Da Reportagem

Publicado em 20/01/2023 às 21:43

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

CET-Santos iniciou projeto piloto pela avenida da orla. / Fotos: Isabela Carrari/PMS

Para proporcionar mais segurança aos motociclistas e diminuir o conflito destes veículos com os automóveis,  no momento da abertura do semáforo, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET-Santos) implantou projeto de área de espera para motos. O projeto piloto foi implementado ao longo das avenidas da orla (nos dois sentidos), junto aos cruzamentos semaforizados, no trecho que vai desde a divisa Santos/São Vicente até à Rua Antonio Guenaga, na Ponta da Praia.

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

O espaço é delimitado por duas linhas de retenção e destinado exclusivamente à espera de motocicletas, motonetas e ciclomotores, junto à aproximação semafórica, à frente da linha de retenção dos demais veículos.

O objetivo é dar maior visibilidade às motocicletas junto às travessias de caminhantes e diminuir o número de acidentes envolvendo motos, ciclistas e pedestres em cada cruzamento.

Essa sinalização foi instituída, inicialmente, em caráter experimental, no Código de Trânsito Brasileiro (CTB), passando a vigorar efetivamente em abril de 2021, com a lei (14.071/2020).

A implementação na orla santista foi concluída nesta semana. “A nova sinalização visa que as motos ocupem o espaço entre a faixa de pedestres e a espera dos demais veículos e, na abertura do semáforo, saiam antes dos automóveis. Isso reduzirá o conflito entre os veículos”, reforça o presidente da CET-Santos, Antonio Carlos Silva Gonçalves.

CAMPANHAS EDUCATIVAS

A CET-Santos desenvolve o programa de Educação para o Trânsito, promovendo ações diversas e contínuas (campanhas, cursos, palestras etc) para conscientização de pedestres, ciclistas, motoristas e motociclistas, os segmentos que compartilham o uso de ruas e avenidas.

Nos últimos anos, várias campanhas estiveram voltadas a motociclistas, como a “Eu piloto pela vida”, que entre os meses de março e abril passado orientou mais de 2 mil motociclistas.

Ações educativas também são produzidas por meio de vídeos do EducaTrânsito, postados nas redes sociais (Instagram e Facebook da Prefeitura) e Youtube – Canal da CET-Santos.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Diário Mais

Mau presságio? Branqueamento de corais pode ser sinal da morte dos oceanos; entenda

Estruturas são a base do Oceano

Nacional

Não perca as contas: você sabe quantas vezes o cantor Fábio Jr. se casou?

A lista é bem extensa e pode confundir os fãs

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter