X

VIOLÊNCIA

PG: Homem espanca e estupra ex-esposa enquanto ela estava sob efeito de remédios

O suspeito já havia sido condenado a 37 anos de prisão por tentativa de homicídio de seis pessoas, mas estava em liberdade graças a um habeas corpus

Joe Silva

Publicado em 31/01/2023 às 18:39

Atualizado em 06/03/2024 às 09:44

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Vítima era chamada de vagabunda e ameaçada de morte por ex-marido / Reprodução

Um homem de 46 anos foi preso temporariamente por suspeita de espancamento e estupro da ex-esposa, de 34, em Praia Grande. A agressão teria ocorrido enquanto ela estava desacordada por conta dos efeitos de remédios antidepressivos e calmantes. Mensagens enviadas por Ricardo Penna Guerreiro à vítima mostram ameaças de violência e morte.

"Ele [Ricardo] me colocou no fundo do poço. Abusou de mim de todas as formas, com requintes de crueldade", disse a ex-esposa.

O decreto de prisão temporária foi expedido pela Justiça após diversas provas juntadas pela Polícia Civil. O suspeito foi encontrado no apartamento onde mora, no Canto do Forte, segundo informações do portal g1. A prisão foi efetuada por agentes da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Praia Grande.

O advogado de defesa, Eugênio Malavasi, disse que não irá se manifestar sobre o caso e que o processo sobre a condenação está em tramitação. Sobre as agressões, informou que não teve acesso aos autos, mas que "o acusado se declara inocente e irá provar o alegado no momento oportuno".

"Hoje eu e meu filho estamos em paz e nos curando! Que isso sirva de alerta para outras mulheres.", conta a vítima.

Histórico, agressões e estupro 

O casal se conheceu em 2018, tendo formalizado o matrimônio em 2019, mesmo ano em que nasceu o filho do casal. No início da relação, segundo ela, o ex-marido aparentava um comportamento pacífico, mas passado um tempo começaram as agressões verbais. 

Durante a gestação começaram as agressões físicas, logo no terceiro mês. Já nesta ocasião, Ricardo teria feito ameaças de morte contra ela e contra o bebê. 

“Estava grávida de três meses e no dia do meu aniversário ele me agrediu. A gente saiu para comemorar e ele achou que eu estava rindo de uma piada que os amigos dele fizeram, mas eu nem tinha escutado. Ele me espancou de um quarto para o outro porque achou que eu estava rindo de uma piada”.

A ex-esposa chegou a sair de casa, mas retornou sob a promessa de que não seria mais agredida. Os episódios, no entanto, continuaram. 

Houve ainda uma tentativa de separação por parte da vítima. A mulher até chegou a fugir para o Interior, mas Ricardo descobriu e foi atrás dela.

Acidente de trânsito

Em agosto de 2021, Ricardo bateu um carro de luxo, avaliado em cerca de R$ 275 mil, deixando o veículo completamente destruído na avenida Marechal Mallet, no Canto do Forte, em Praia Grande.

“Neste dia ele estava na rua tentando me matar”. A mulher ressaltou que o ex-marido é "muito agressivo". "Ele é um perigo para a sociedade. Eu lamento muito, porque é o pai do meu filho'.

Tentativa de homicídio 

Essa não é a primeira vez que Ricardo responde na Justiça por suspeita de violência.

Segundo o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), em 2000, Ricardo tentou matar seis pessoas em uma choperia em Praia Grande. Na ocasião, ele teria se desentendido com o grupo e atirado contra as seis pessoas junto com outro homem armado. Duas pessoas se feriram na tentativa de homicídio. 

O documento do TJ-SP informa que os dois atiradores tentaram matar as vítimas “por motivo fútil e utilizando-se de recurso que dificultou a defesa das vítimas, mediante disparos de arma de fogo”. 

Por este caso, Ricardo chegou a ficar oito meses preso, segundo a ex-esposa. 

Em março de 2019, o caso foi levado a júri popular, que decidiu pela condenação de Ricardo. O juiz, então, deu a sentença: ‘cumprir a pena de 37 anos e 4 meses de reclusão, inicialmente em regime fechado’. Mas a defesa do réu conseguiu o colocar em liberdade graças a um habeas corpus.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Diário Mais

Mau presságio? Branqueamento de corais pode ser sinal da morte dos oceanos; entenda

Estruturas são a base do Oceano

Nacional

Não perca as contas: você sabe quantas vezes o cantor Fábio Jr. se casou?

A lista é bem extensa e pode confundir os fãs

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter