Paulo Alexandre amplia lista de funcionários públicos no secretariado

Com as novas indicações anunciadas pelo prefeito eleito, Câmara de Santos terá representação feminina em 2013.

Comentar
Compartilhar
13 DEZ 201222h30

O prefeito eleito de Santos, deputado Paulo Alexandre Barbosa (PSDB), confirmou, nesta quinta-feira (14), mais seis nomes para equipe de governo: Turismo, Planejamento,  Assuntos Portuários e Marítimos, Defesa da Cidadania, Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) e Prodesan. A lista contempla mais um funcionário público, o arquiteto e urbanista Nelson Lima Júnior, que assumirá a pasta de Planejamento. No total, 8 secretários oriundos da área pública compõem a equipe.

Com o convite ao vereador Marcelo Del Bosco para o comando da Secretaria de Defesa da Cidadania, Paulo Alexandre vai possibilitar que a Câmara Municipal mantenha a representação do sexo feminino entre os 21 legisladores santistas. A vaga aberta pelo parlamentar será ocupada pela radialista Fernanda Vannucci, 1ª suplente do Partido Popular Socialista (PPS).

“São duas importantes conquistas para a cidade: o Del Bosco vai ajudar na implantação do nosso plano de governo na área da cidadania, enquanto a Fernanda, como vereadora e militante das causas sociais, será uma importante aliada na defesa das políticas voltadas para as mulheres”, destacou Paulo Alexandre ao justificar as indicações.  

Outra novidade para o próximo governo será o administrador de empresas Eduardo Lopes. Ele assumirá, no dia 1º de janeiro, a Secretaria de Assuntos Portuários e Marítimos. Com mais de 40 anos de experiência na área dos portos, Lopes presidiu o Sindicato Agências de Navegação Marítima do Estado (Sindamar) e atuou como membro representante do Conselho de Autoridade Portuária (CAP).     

Experiência

O prefeito eleito também recorreu a pessoas com experiência na atividade pública para formar a equipe de governo. Na Secretaria de Turismo, a titularidade será do jornalista e ex-professor universitário Luiz Dias Guimarães, que já comandou a pasta de 1998 a 2001.

Ex-secretário de Serviços Públicos e vice-prefeito na primeira gestão do prefeito Papa, o engenheiro Antônio Carlos Silva Gonçalves vai presidir a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET).  Já o vereador Odair Gonzalez estará no comando da Prodesan, empresa que presidiu no início da década de 1980, na gestão do ex-prefeito Paulo Gomes Barbosa.  

Antônio Carlos Silva Gonçalves, Eduardo Lopes, Luiz Dias Guimarães, Marcelo Del Bosco, Nelson Gonçalves de Lima Júnior e Odair Gonzalez foram anunciados nesta quinta por Paulo Alexandre Barbosa (Foto: Divulgação)
Currículos

Luiz Dias Guimarães – Turismo

Jornalista e ex-professor universitário, Luiz Dias Guimarães, 60 anos, casado, foi assessor de imprensa do ex-prefeito Paulo Gomes Barbosa e chefe de Gabinete do prefeito Papa. De 1998 a 2001, esteve no comando da Secretaria de Turismo de Santos. Participou do processo de revitalização do Centro Histórico. E idealizou a Linha Turística de Bondes e do Museu Vivo Internacional de Bondes. Implantou o Disk Tour e a Linha Conheça Santos. Foi secretário executivo do Comitê Pró-Santos na Copa do Mundo. É presidente reeleito do Santos e Região Convention & Visitors Bureau.     

Nelson Gonçalves de Lima Júnior – Planejamento
Funcionário de carreira da Prefeitura, o arquiteto, urbanista e professor universitário Nelson Lima Júnior, 51 anos, casado, é graduado pela UniSantos, com mestrado em Sociologia Urbana pela USP.Coordenador dos cursos de Arquitetura e Urbanismo e Design de Interior da Unisanta, foi o responsável pelo projeto e obra da Revitalização Urbana do Centro de Santos (calçadões e novo viário com bonde) e do Restauro do Teatro Coliseu. Tem projetos premiados pelo Banco Nacional de Habitação, Instituto dos Arquitetos do Brasil e Associação Brasileira dos Construtores de Estruturas Metálicas.

José Eduardo Lopes  – Assuntos Portuários e Marítimos
Formado em Administração de Empresas, Eduardo Lopes, 57 anos, casado, trabalha há mais de 40 anos com atividades portuárias. Começou com 14 anos como office-boy no Grupo Bunge e chegou ao cargo de Diretor Operacional. Foi presidente do  Sindicato Agências de Navegação Marítima do Estado (Sindamar), vice-presidente da Federação Nacional das Agências de Navegação Marítima (Fenamar) e diretor da Confederação Nacional dos Transportes (CNT).  Representou como conselheiro a Câmara da Infra-Estrutura e Logística do Agronegócio do Ministério da Agricultura e o Conselho de Autoridade Portuária (CAP).

Marcelo Del Bosco Amaral – Defesa da Cidadania
Administrador de empresas, casado, 40 anos, o vereador Marcelo Del Bosco é o atual vice-presidente da Câmara de Santos, onde lidera a Comissão Especial de Vereadores sobre Políticas Públicas para Juventude e da Comissão Permanente de Prevenção, Fiscalização e Combate às Drogas. Participou como membro titular dos conselhos municipais de Assistência Social e de Turismo. Integrou a coordenação do Pacto Metropolitano pela Infância. Presidiu a Comissão de Política Urbana e Funções Sociais da Cidade e  assessorou as secretarias de Assuntos Metropolitanos e de Educação.

Antônio Carlos Silva Gonçalves (Fifi)– CET
Com mais de 30 anos de atuação como engenheiro, coordenador e gerente de obras, o engenheiro civil Antônio Carlos Silva Gonçalves (Fifi), 59 anos, casado, presidiu a Associação de Engenheiros e Arquitetos de Santos de 1973 a 1977. Foi secretário de Obras e Serviços Públicos (1977 a 1978 e 2001 a 2010), Desenvolvimento Urbano e Ambiental (1978 a 2000) e Infraestrutura e Edificações (2010 a 2012). Em 2005, foi eleito vice-prefeito. Recebeu os títulos de Cidadão Emérito de Santos pela Câmara Municipal e Profissional do Ano pela Associação de Engenheiros e Arquitetos de Santos. É conselheiro do CREA-SP.

Odair Gonzalez – Prodesan
Contabilista e advogado formado pela Faculdade Católica de Santos, o vereador Odair Gonzalez, casado, foi presidente da Prodesan no governo do ex-prefeito Paulo Gomes Barbosa na década de 1980, período em que a empresa atingiu recorde na produção de asfalto para Santos e outras cidades.  Exerceu o cargo de vice-presidente da Beneficência Portuguesa. Atuou como diretor da Associação dos Advogados de Santos e instrutor de processos disciplinares da OAB. Presidiu a Câmara no biênio de 2003/2004.