Hugo Chávez não comparecerá à cerimônia de posse na Venezuela

Reeleito recentemente, Chávez deveria ser empossado para novo mandato no dia 10 de janeiro.

Comentar
Compartilhar
08 JAN 201322h43

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, não estará presente à cerimônia de posse nesta quinta-feira (10), de acordo com uma carta enviada pelo vice-presidente, Nicolás Maduro, ao Parlamento do país. Reeleito recentemente, Chávez deveria ser empossado para novo mandato no dia 10 de janeiro, mas devido às complicações após mais uma cirurgia em Cuba para tratar de um câncer, não poderá comparecer.

Diosdado Cabello, presidente da Assembleia Nacional (Parlamento venezuelano), leu o comunicado explicando que por "recomendação médica" o presidente reeleito não poderá prestar o juramento ao cargo. "O comandante presidente pediu para informar que, de acordo com recomendações da equipe médica, (...) o processo de recuperação pós-cirúrgica deverá ser estendido para além de 10 de janeiro".

Na carta há também o pedido para que Chávez possa prestar o juramento diante do Tribunal Supremo de Justiça, tal como estabelece o artigo 231 da Constituição venezuelana, sem precisar uma data em específico. O presidente venezuelano não foi visto em público nem fez comunicação direta desde o dia 11 de dezembro, quando se submeteu a uma quarta operação em Cuba, onde permanece desde então.

Na segunda-feira, o ministro de Comunicação e Informação venezuelano, Ernesto Villegas, disse que a situação de Chávez é "estável" e que ele continua sendo submetido ao mesmo tratamento.

Chavéz segue internado após mais uma cirurgia em Cuba para tratar de um câncer (Foto: Divulgação)