Dilma submete ao Senado nomes de Jarbas Barbosa e Fernando Mendes para Anvisa

A decisão atende, ao menos em parte, ao pleito do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), que reivindica a indicação de um nome para uma vaga na diretoria da agência

Comentar
Compartilhar
28 ABR 201513h45

A presidente Dilma Rousseff encaminhou ao Senado Federal para apreciação os nomes de Jarbas Barbosa da Silva Júnior e de Fernando Mendes Garcia Neto como indicações para ocupar cargos de diretores da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A decisão atende, ao menos em parte, ao pleito do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), que reivindica a indicação de um nome para uma vaga na diretoria da agência, mas quer que seu indicado seja alçado à presidência do órgão, e também ao pleito do ministro da Saúde, Arthur Chioro.

Segundo mensagem publicada no Diário Oficial da União, Jarbas Barbosa, que é secretário de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos do Ministério da Saúde e é o nome de Chioro, foi indicado para ocupar a vaga decorrente do término do mandato de Dirceu Brás Aparecido Barbano, que foi diretor-presidente do órgão por dois mandatos. Já Fernando Mendes, afilhado político de Renan e atual diretor adjunto de Coordenação e Articulação do Sistema Nacional de Vigilância Sanitária, entrará na vaga deixada por Jaime César de Moura Oliveira, diretor que atuou como presidente interino da agência de outubro de 2014 até o mês passado, quando renunciou ao cargo.

Dilma Rousseff encaminhou ao Senado Federal os nomes de Jarbas Barbosa da Silva Júnior e de Fernando Mendes Garcia Neto (Foto: Ichiro Guerra/Dilma 13)

Segundo o jornal O Estado de S. Paulo apurou, apesar das movimentações de Renan, Barbosa é considerado o favorito para assumir o comando da Anvisa. Os dois indicados precisam passar por sabatina na Comissão de Assuntos Sociais do Senado (CAS) e ter os nomes aprovados tanto na Comissão quanto no Plenário da Casa.

ANS

Na edição do Diário Oficial desta terça-feira, 28, Dilma ainda enviou para apreciação do Senado a indicação de Karla Santa Cruz Coelho para exercer o cargo de diretora da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). Ela deve ocupar a vaga decorrente do término do mandato do médico cardiologista André Longo Araújo de Melo, que presidiu o órgão no período de fevereiro de 2013 a janeiro deste ano.