Dilma critica imprensa ao corrigir número de creches que pretende criar

O número é uma referência ao programa Café com a Presidenta de 1º de abril, no qual ela reafirmava a meta de construir 6 mil creches

Comentar
Compartilhar
23 OUT 201318h47

A presidente Dilma Rousseff voltou a criticar a imprensa nesta quarta-feira, 23, em discurso na inauguração de uma Unidade Municipal de Educação Infantil (Umei). A presidente corrigiu número de creches que prometeu criar em seu governo. A promessa seria de construir 8.685 unidades. O número é uma referência ao programa Café com a Presidenta de 1º de abril, no qual Dilma reafirmava a meta de construir 6 mil creches até o fim de 2014, mas disse que o número poderia ser maior.

No programa, ela enumerou as 2.568 unidades em obras e afirmou que já estava contratada a construção de mais 2.217 unidades. E declarou que o governo estava "selecionando novos projetos para garantir os recursos do governo federal para a construção de mais 3.288 creches". "Assim, somando as 5.397 creches com as 3 288, nós vamos chegar a 8.685 creches. O nosso compromisso era 6 mil, mas é muito possível que seja um número maior que nós vamos entregar", disse, na ocasião.

Ao fazer o anúncio em Belo Horizonte do Brasil Carinhoso, programa voltado para educação infantil, em sua primeira viagem após eleita, Dilma realmente havia anunciado a construção de 6 mil creches até o fim de seu mandato. Nesta quarta, porém, não fez nenhuma referência ao aumento do número que anunciou em seu programa de rádio e ainda ironizou a reportagem. "De repente, meu compromisso de 6 mil virou 8 mil. Não sei muito bem de onde que apareceu os 8 mil. Eu vivo perguntando para os meus botões quem são as fontes do Planalto, além das fontes de água", disse.

A presidente da República, Dilma Rousseff participa da cerimônia de formatura de alunos do Pronatec Chevrolet Hall (Foto: Alberto Wu/Futura Press)