Turista tenta impedir roubo e acaba morto em Mongaguá

Vítima fatal interveio após um PM à paisana ser rendido por bandidos

Comentar
Compartilhar
05 NOV 201310h16

O aposentado Nelson Gimenes Rosa, de 65 anos, foi morto com um tiro na cabeça, em Mongaguá, ao tentar impedir um assalto contra um policial militar à paisana. A dupla autora do crime, que ocupava uma moto, conseguiu escapar.

O latrocínio (roubo seguido de morte) ocorreu na Avenida Mario Covas, no Jardim Praia Grande, por volta de 17 horas de domingo.

Morador da capital paulista, o policial caminhava quando foi rendido pelos assaltantes, que exigiram a entrega de sua corrente de ouro. Ao perceber a investida criminosa, o aposentado – turista de Santo André –, se aproximou dos bandidos para tentar evitar o roubo, sendo atingido pelo assaltante que ocupava a garupa da moto. Ele faleceu no local, conforme constatou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Após deixar a cena do crime, no sentido do Centro da Cidade, a dupla dispensou a corrente poucos metros depois.

Segundo apurou a polícia, a moto utilizada pelos assaltantes trata-se de uma Honda CG 150 de cor escura.

O crime foi registrado pela equipe da delegada Evelyn Gonzalez Gagliardi, na Delegacia Sede de Mongaguá.

Informações que ajudem o setor de investigações da delegacia a identificar e prender os autores do crime devem ser transmitidas pelos telefones 3448-1555 ou 181 (Disque-Denúncia). Não é necessário se identificar.