X
Polícia

Polícia fecha clínica de reabilitação clandestina no Litoral Norte

No imóvel, os agentes da Polícia Civil encontraram alimentos com o prazo de validade vencido, que eram distribuídos aos internos

Clínica clandestina funcionava na região de Praia Dura, em Ubatuba / Divulgação

Um homem de 40 anos foi preso nesta segunda-feira (22) em Ubatuba, no Litoral Norte, suspeito de manter uma clínica clandestina na região de Praia Dura.

No imóvel, que funcionava como uma clínica de reabilitação, os agentes da Polícia Civil encontraram alimentos com o prazo de validade vencido, que eram distribuídos aos internos. Máquinas de cartão de crédito, pastas e papéis com anotações, documentos e medicamentos também foram apreendidos.

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

Segundo a polícia, a clínica não possuía alvará ou qualquer licença para funcionamento. Além disso, três homens que estavam "internados" no local falaram que estavam ali porque a família pagava um valor mensal.

O caso foi registrado como crime contra as relações de consumo, falsificar, corromper, adulterar ou alterar produtos terapêuticos/medicinais, sequestro e cárcere privado.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Política

Bolsonaro se filia ao PL e volta ao centrão durante evento

Discurso do presidente foi de gestos a parlamentares e de ataques à esquerda

Santos

Condomínio é multado em mais de R$ 4 mil após zelador despejar tinta e atingir canal de Santos

Funcionário foi identificado pelas câmeras do CCO ao descartar a substância na rede pluvial na Praça Washington, no José Menino

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software