Polícia apreende quase 55 kg entorpecentes em São Vicente

Laboratório para preparo das drogas foi descoberto. Com a aproximação dos policiais, os suspeitos que estavam no local fugiram por mangue, pelos fundos

Comentar
Compartilhar
04 MAR 201511h02

A Polícia Civil descobriu um laboratório de entorpecentes em um barraco no Dique do Pompeba, em São Vicente, o que culminou na apreensão de 54,9 quilos de entorpecentes. Suspeitos de tráfico que estavam no local perceberam a chegada dos investigadores, no final da tarde de segunda-feira, e fugiram.

O laboratório foi descoberto por policiais da Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes (Dise) de Santos, que receberam informações relacionadas ao local e sobre dois homens que seriam os responsáveis pelos entorpecentes.

Pouco antes das 18 horas, uma equipe de investigadores, chefiada por Paulo Álvaro Ribeiro e pelo delegado Francisco Garrido Fernandes, chegou ao local. Ao perceber a aproximação dos policiais, os bandidos fugiram por um mangue, pelos fundos do barraco.

Os entorpecentes encontrados foram 51,8 quilos de maconha, em 50 tijolos e 169 porções; 3,1 quilos de cocaína, em quatro porções a granel e, 39 cápsulas e 16 pedras de crack.
Além desses entorpecentes, 20 litros de lança-perfume foram encontrados em um galão.

Os policiais da Dise de Santos realizaram uma operação após descobrirem a exata localização do laboratório (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Entre os itens relacionados ao preparo e armazenamento dos tóxicos estão um liquidificador, quatro compensados de madeira com bocais de luz para estufa, pó branco usado para a mistura de cocaína, duas balanças de precisão e cápsulas vazias. Anotações supostamente relacionadas ao tráfico também foram recolhidas, bem como quatro munições de fuzil 7.62 e um carregador de pistola.

Foi instaurado inquérito para prosseguimento das investigações relacionadas à apreensão.

Japuí

Policiais da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) apreenderam 9,8 quilos de maconha que estavam em uma área repleta de árvores  próximo à Avenida Tupiniquins, no Japuí, em São Vicente. A ação ocorreu no final da tarde de segunda-feira.

Antes da localização do entorpecente, os policiais, chefiados por Paulo Carvalhal e pelo delegado Luiz Ricardo Lara Dias Júnior, fizeram uma campana durante toda a tarde visando identificar e surpreender pessoas que pudessem ter envolvimento com o tráfico.

Como até o final da tarde nenhuma pessoa se aproximou do local, os policiais fizeram uma incursão e localizaram a droga após uma busca minuciosa.