PM mata ladrão em confronto em Guarujá

O policial participava de uma festa de aniversário e fazia a segurança

Comentar
Compartilhar
19 MAI 201511h17

Um rapaz de 20 anos foi morto na noite de domingo após trocar tiros com um policial militar que participava de uma festa de aniversário em uma casa alugada no Jardim Enseada, em Guarujá. O confronto ocorreu fora do imóvel, quando o PM fazia a segurança de pessoas que deixavam o local.  Quatro suspeitos conseguiram fugir.

O PM disse à Polícia Civil que ao perceber a aproximação do bando atravessou a rua e ficou atrás de um veículo, com a arma escondida.

Após o roubo ser anunciado ao PM, ele se identificou como policial e o rapaz de 20 anos efetuou um disparo, havendo revide. Ao ser perseguido, o mesmo rapaz efetuou mais um disparo e foi atingido na sequência.

O PM recolheu a arma do bandido, um revólver de calibre 38 e acionou socorro médico. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi ao local e constatou que o rapaz já estava morto.

Ao registrar o caso, o delegado Wagner Camargo Gouveia assinalou que o “policial agiu em legítima defesa, pois repeliu a injusta agressão efetuada pelo assaltante”.
Em pesquisa de antecedentes, os policiais constataram que o rapaz tinha dois antecedentes criminais: um por roubo, neste ano, e outro por tráfico de entorpecentes, em 2012.

Cubatão

Um casal e o filho foram mantidos reféns por dois assaltantes na noite de domingo  ao terem a casa invadida durante assalto na Ilha Caraguatá, em Cubatão. A dupla fugiu levando dois carros, uma Captiva preta e um Polo preto, além de equipamentos eletrônicos e documentos.

O dono da casa, um técnico de 37 anos, manobrava os veículos na garagem, por volta das 21 horas, quando foi surpreendido pelos bandidos.
A família foi levada para um banheiro da casa e permaneceu por duas horas no local.

Ao conseguir abrir a porta do banheiro, o técnico constatou a subtração dos carros e dos pertences e documentos.

O caso foi registrado na Delegacia Sede de Cubatão. A investigação está a cargo do 2º Distrito Policial de Cidade (Jardim Casqueiro), cuja área de circunscrição abrange a Ilha Caraguatá.