X

Polícia

Mulher é estuprada dentro de delegacia em Guarujá; agressor é preso

Funcionária da Delegacia Sede da Cidade sofreu a violência dentro de sua sala de trabalho; homem foi preso em flagrante

Da Reportagem

Publicado em 24/02/2024 às 09:44

Atualizado em 24/02/2024 às 10:03

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Caso aconteceu dentro da Delegacia Sede de Guarujá / Divulgação

Uma funcionária da Delegacia Sede de Polícia, em Guarujá, de 40 anos, foi estuprada dentro da sua própria sala de trabalho. A mulher - que não tevea função informada - foi agredida e depois violentada sexualmente por um homem de 52 anos. O agressor foi preso em flagrante, no local, após os policiais ouvirem os gritos de socorro da vítima.

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

O homem já estaria procurando pela vítima em outras oportunidades. O dia do crime, na útima quarta-feira (20), seria a terceira vez que ele a procurava. Na primeira vez, no dia 16 de fevereiro, ele não a encontrou. A vítima foi informada que um descohecido perguntava por ela.

Já no dia 19, uma terça-feira, o homem a esperava com cartas de amor assim que ela chegou ao trabalho. A funcionária o atendeu em sua sala, ele entregou o material, falou algumas palavras sem sentido e deixou a delegacia.

Na quarta, dia 20, em uma terceira busca, o agressor entrou na sala da profissional, fechou a porta, a agrediu e a estuprou.

Segundo o depoimento da vítima, o homem passou as mãos nos seios, nádegas e esfregou o órgão genital nela. Ela reagiu e chegou a entrar em luta corporal com o agressor.

Com base em informações do registro de boletim de ocorrência (BO), assim que a vítima gritou por ajuda, dois policiais se deslocaram até à sala. Eles contaram que a porta estava fechada, mas destrancada. Ao abrirem, eles se depararam com o homem sobre a funcionária caída no chão, e com objetos revirados.

Os agentes prenderam, o homem, que reagiu. Eles tiveram que retirá-lo à força da sala. O delegado determinou a prisão em flagrante do homem, que foi encaminhado à cadeia pública de Guarujá.

Apoie o Diário do Litoral
A sua ajuda é fundamental para nós do Diário do Litoral. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós do Diário do Litoral temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para o Diário do Litoral continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Cotidiano

Praia Grande tem novos pontos com radares e lombadas eletrônicas; veja onde

A velocidade máxima permitida nas lombadas eletrônicas será de 40km/h e nos radares de 60km/h

ESPORTE REGIONAL

Portuários Stadium reúne crianças e adolescentes com o ThaiKids em Santos

Evento acontece no próximo dia 27

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter