Laudo diz que assassino de Glauco sabe o que fez

Assassino confesso do cartunista Glauco Vilas Boas, ele responde no Estado pelos crimes de latrocínio (por duas vezes), receptação e porte ilegal de arma

Comentar
Compartilhar
10 ABR 201514h45

A Junta Médica do Tribunal de Justiça de Goiás (TJ-GO) considerou Carlos Eduardo Sundfeld Nunes, o Cadu, imputável, ou seja, capaz de responder por seus atos.

Assassino confesso do cartunista Glauco Vilas Boas, ele responde no Estado pelos crimes de latrocínio (por duas vezes), receptação e porte ilegal de arma.

A Promotoria ainda apresentou uma carta de Cadu interceptada na prisão. "Eu vou dar munição para o promotor. Que esse papo de loko (sic) é tudo 171 e que eu sou é bandido", escreve o réu.

Um laudo considerou Cadu imputável, ou seja, capaz de responder por seus atos (Foto: Divulgação)