Ladrões invadem 2 casas para roubos em Guarujá e Itanhaém

Moradores foram mantidos reféns nas investidas; ninguém foi preso

Comentar
Compartilhar
04 FEV 201511h57

Duas residências foram alvos de assaltantes entre a noite de segunda-feira e a madrugada de ontem em Guarujá e Itanhaém. Ninguém foi preso.

O roubo em Guarujá ocorreu em uma casa no bairro Jardim Santa Maria, por volta das 22h30 de segunda. Uma mulher de 35 anos e uma professora, de 51, que é vizinha, entravam na casa quando foram surpreendidas por três assaltantes, que ameaçaram as vítimas com uma arma e duas chaves de fenda. As ferramentas os bandidos pegaram na casa.

Em uma ação rápida, o trio se apoderou de um videogame, três celulares, cosméticos, materiais de escritório, duas bicicletas, um par de tênis, uma mochila e as ferramentas. O caso foi registrado na Delegacia Sede de Guarujá.

Em Itanhaém, por volta de 1h20 de ontem, três homens pularam o muro da casa de um homem de 32 anos no Jardim Grandesp e renderam a vítima na cozinha. Dois revólveres foram exibidos pelos bandidos.

A vítima foi mantida refém na cozinha enquanto objetos eram subtraídos: um videogame, roupas e um par de tênis.

Após se apoderarem dos bens, os bandidos pularam o muro novamente. A arma de um dos ladrões disparou no momento da fuga, mas não atingiu o morador do imóvel. Ele não soube dizer em que circunstâncias o disparo ocorreu e se foi acidental ou não.

A própria vítima encontrou o projétil alojado ao lado da porta da cozinha.

Descrição dos indivíduos indica que o um é magro, branco, tem cerca de 1,75m, uma queimadura no pescoço,  o segundo usava chapéu, é magro e moreno e o terceiro é baixo e gordo.

A ocorrência foi registrada no plantão da Delegacia Seccional de Itanhaém.

São Vicente

Populares contiveram dois ladrões que assaltaram uma estudante de 21 anos até a chegada da Polícia Militar no início da manhã de ontem, no Parque Bitaru, em São Vicente. A dupla é de Aracaju (SE) e não tinha residência fixa na Baixada.

Foram recuperados o celular da vítima e a bolsa dela. Um espeto de ferro pontiagudo usado pelos criminosos para ameaçar a estudante foi apreendido pelos policiais.

Colunas

Contraponto