X
Polícia

Homem que agrediu procuradora-geral de Registro tem prisão preventiva decretada

Inquérito policial instaurado para apurar o caso reuniu fotos e vídeos da agressão, além de depoimento da vítima

Procuradora é agredida por colega em Registro / Arquivo Pessoal

Demétrius Oliveira de Macedo, procurador que agrediu a colega de trabalho na última segunda-feira (20), teve o pedido de prisão preventiva solicitado pela Polícia Civil. A vítima, a procuradora-geral da Prefeitura de Registro, Gabriela Samadello Monteiro de Barros, foi agredida física e verbalmente após denunciar o comportamento inadequado do procurador com outra funcionária da Procuradoria.

A prisão do acusado foi representada pelo delegado do 1º DP de Registro, Daniel Vaz Rocha, à 1ª Vara Criminal da cidade. "A agressão do procurador de Registro a uma colega não ficará impune. A Polícia Civil acaba de pedir a prisão do agressor. Que a Justiça faça a sua parte e puna todo e qualquer covarde que agrida uma mulher", disse o governador Rodrigo Garcia.

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

Segundo o despacho do delegado, Demétrius Macedo vem tento problemas de relacionamento com mulheres no ambiente de trabalho, "sendo que, em liberdade, expõe a perigo a vida delas, e consequentemente, a ordem pública".

O inquérito policial instaurado para apurar o caso reuniu fotos e vídeos da agressão, além de depoimento da procuradora-geral, para fudamentar o pedido de prisão preventiva.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Esportes

Após forçar saída, Marinho reencontra Santos em meio à pressão no Flamengo

Marinho é reserva no Flamengo, e fez apenas dois gols em 23 jogos na temporada

Brasil

Memória: a história do Castelinho da Rua Apa

Imóvel, construído em 1912, ficou famoso após ser palco de uma tragédia familiar

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software