Boato de toque de recolher causa tensão em Cubatão

A PM informou que a intensificação do policiamento se prolongará nos próximos dias

Comentar
Compartilhar
24 FEV 201511h41

Um boato de toque de recolher fez com que comerciantes fechassem as portas durante a tarde de ontem no Centro e no Jardim Casqueiro.

O boato surgiu após a Polícia Militar intensificar ainda mais as ações na Cidade devido à ação de ao menos 15 criminosos, que incendiaram um ônibus na Via Anchieta, em Cubatão, no sentido Capital.

Existe suspeita de que o ataque registrado no domingo tenha como motivação uma operação policial, com troca de tiros, que resultou na morte de um suspeito de 26 anos, que portava com uma pistola .45.

A intensificação do policiamento se prolongará nos próximos dias, conforme informou  o Comando do Policiamento do Interior-6 (CPI-6) por meio de nota. 

Ainda segundo informou nota, desde novembro do ano passado o 2º Batalhão de Ações Especiais (Baep) da Polícia Militar realiza operações preventivas de combate ao tráfico de drogas e criminosos que agem nas imediações de estradas. 

As ações ocorrem nas Cotas 95 e 200, na Vila Esperança, na Vila Natal e na Vila Esperança, em Cubatão, e na Vila Margarida e no México 70 em São Vicente.