Bando rouba todo o dinheiro de agência do Banco do Brasil em Santos

Quantia ainda é apurada; funcionários e clientes foram mantidos reféns. A Delegacia de Investigações Gerais de Santos apura a identidade dos autores do crime

Comentar
Compartilhar
15 MAI 201511h39

De posse de um dossiê com fotos de funcionários do Banco do Brasil (BB) e familiares, criminosos de trajes sociais invadiram uma agência na Avenida Almirante Saldanha da Gama, 186, na Ponta da Praia, e consumaram, mediante uma série de ameaças, o roubo de todo o dinheiro que estava no cofre e nos terminais de autoatendimento. A investida criminosa foi iniciada às 8h05 de ontem e durou cerca de uma hora, sendo mantidos reféns funcionários e clientes. Até o fechamento desta edição, ninguém havia sido preso.

Os primeiros a serem rendidos foram um gerente e um vigilante que chegavam à área de autoatendimento. Exibindo arma de fogo, um dos bandidos anunciou o roubo e exigiu que os dois funcionários fossem para a área do banco ainda fechada. Na sequência, outros membros da quadrilha renderam clientes que estavam nos caixas automáticos e os levaram para a cozinha.

“A sistemática adotada seguiu esse padrão. Ou seja, todos os clientes e funcionários que chegavam na agência eram rendidos e levados para a cozinha, sendo que todos os celulares eram deixados em uma mesa”, consta no registro da ocorrência da Polícia Civil.

 A agência invadida fica na Avenida Almirante Saldanha da Gama em Santos (Foto: Luiz Torres)

Além do dinheiro do cofre e dos terminais de autoatendimento, os bandidos se apoderaram de dinheiro, pertences e documentos de algumas das vítimas e de dois revólveres de calibre 38 que estavam com dois vigilantes.

Na fuga os criminosos usaram dois carros de clientes: um Honda Civic cinza e um Ford Fiesta vermelho.

O envelope contendo o dossiê com fotografias de alguns funcionários e familiares foi abandonado pela quadrilha no local, sendo apreendido. Também houve a apreensão uma peruca, que foi usada por um dos ladrões.

O caso foi registrado na Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Santos. Ao término do registro do caso, pouco antes das 20 horas de ontem, o banco ainda apurava o valor do prejuízo.

Informações que ajudem a polícia a identificar e prender os bandidos podem ser transmitidas pelo telefone 181 (Disque-Denúncia). Não é necessário se identificar.