PAT Itinerante atenderá amanhã na Vila Noel, em Cubatão

O atendimento itinerante é feito há alguns anos, mas, agora, obedece a uma reformulação para adequá-lo à nova sistemática de cadastramentos do programa

Comentar
Compartilhar
14 JAN 201419h32

Depois da Vila dos Pescadores, que foi visitada no último sábado, agora é a vez da Vila Noel receber o PAT Itinerante. Amanhã, quarta-feira (15), uma equipe do Posto de Atendimento ao Trabalhador estará atendendo, das 9 às 13 horas, na sede da Sociedade de Melhoramentos do núcleo (Avenida Principal, nº 4). E no dia 22, próxima quarta-feira, está previsto atendimento no Vale Verde, no mesmo horário e na Escola Municipal de Educação Infantil Mário de Oliveira Moreira (Rua Vereador Paulo Enos, 177).

Os bons resultados do atendimento na Vila dos Pescadores, sábado passado (11), motivaram a Secretaria Municipal de Emprego e Desenvolvimento Sustentável - Semed a antecipar as datas do PAT Itinerante, mesmo antes da aprovação final do calendário para todo o ano de 2014. "Chamou a atenção o fato de muitas pessoas que se dirigiram ao local (Unidade Municipal de Ensino Estado do Pará) serem moradores de outros bairros", afirmou Luiz Carlos Lopes, diretor do PAT-Cubatão.

O atendimento itinerante é feito há alguns anos, mas, agora, obedece a uma reformulação para adequá-lo à nova sistemática de cadastramentos do programa, mais moderna e informatizada, decorrente da integração, a partir de março de 2013, do PAT Cubatão ao sistema Mais Emprego, do Governo Federal. Desde então, as inscrições e ofertas de vagas passaram a ser feitas pela internet e, até dezembro daquele ano, o PAT de Cubatão já havia cadastrado 5.039 trabalhadores, sendo 3.422 homens e 1.617 mulheres. Jovens entre 18 e 24 anos compõem o maior número de inscritos (2.115), seguidos dos que estão na faixa etária entre 30 e 39 anos.

O PAT Itinerante atenderá nesta quarta-feira na Vila Noel, em Cubatão (Foto: Divulgação)

Os trabalhadores inscrevem seus dados e pretensões e as empresas registram as vagas disponíveis e o perfil dos profissionais desejados. São cruzados os dados de trabalhadores e empresas, gerando, assim, a possibilidade de entrevistas entre as partes e, em consequência, as contratações de mão-de-obra, prenchendo-se as vagas disponíveis.

"O atendimento itinerante segue a mesma sistemática e é uma forma de facilitar, mais ainda, para o trabalhador, o cadastramento no PAT", explica Luiz Carlos Lopes.

"Este tipo de ação é importante porque aproxima o setor público dos cidadãos, levando-lhes mais facilidades para usufruir dos serviços a que têm direito e porque permite, também, ao agente público, conhecer mais de perto a realidade das populações beneficiadas", explica Carlos Alberto Benincasa, secretário municipal de Emprego e Desenvolvimento Sustentável.