MRS garante a Rosana Valle criar empregos na Região e incluir ramal ferroviário

A empresa prepara-se para aumentar sua movimentação, das atuais 51 milhões de toneladas/ano, para 110 milhões de toneladas, tanto de grãos como carga geral.

Comentar
Compartilhar
21 JUN 2021Por Da Reportagem14h25
Rosana Valle fez o pedido de geração de empregos locais diretamente aos executivos da MRS, em reunião virtual nesta manhãRosana Valle fez o pedido de geração de empregos locais diretamente aos executivos da MRS, em reunião virtual nesta manhãFoto: DIVULGAÇÃO

A deputada federal Rosana Valle (PSB) obteve, nesta segunda-feira (21/6), o compromisso da MRS Logística de contratar mão de obra da região nas suas obras de ampliação, como também na drenagem da entrada de Santos; na construção de um novo viaduto de acesso à Vila dos Pescadores, em Cubatão; e no programa de remoção das famílias da Prainha, em Guarujá, para o Conjunto Parque da Montanha.

A parlamentar fez o pedido de geração de empregos locais diretamente aos executivos da MRS, em reunião virtual nesta manhã, quando também conseguiu o compromisso de que a empresa garantirá o desempenho e a integração da sua Ferradura Ferroviária - que dá acesso às duas margens do cais - à Ferrovia Interna do Porto de Santos (FIPS).

A MRS prepara-se para aumentar sua movimentação, das atuais 51 milhões de toneladas/ano, para 110 milhões de toneladas, tanto de grãos como carga geral. Para tanto, promove integração com os ramais da Rumo; aperfeiçoa a descida da Serra pelo Ramal Cremalheira, além de integrar ferrovias do Vale do Paraíba e da Região de Campinhas ao Porto de Santos. 

A MRS informou que aguarda, para este ano, o parecer favorável do Tribunal de Contas da União (TCU) e a consequente renovação, até 2056, da sua concessão para operar no Porto. Questionada pela deputada, a empresa informou que pretende dar início, no começo de 2022, à construção de novas galerias de drenagem na entrada de Santos, bem como do novo viaduto em Cubatão. 

A empresa também abrirá novos pátios, em todo o seu sistema regional, para ampliar e melhorar a capacidade de manobra dos trens. Este processo de expansão trará trens de até 2.400 metros de extensão, que aproveitarão toda a estrutura da malha da MRS no País, que tem 1.600 quilômetros de trilhos e 80 terminais nos estados de Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo. A MRS já investiu mais de R$ 1 bilhão para ampliar sua capacidade de serviço no Porto de Santos.

O diretor da MRS, Gustavo Bambini, agradeceu a atuação da deputada Rosana Valle para a solução destes desafios logísticos: “Seu trabalho, deputada, vem aproximando toda a comunidade portuária, como também o Ministério da Infraestrutura, promovendo reuniões que buscam a integração de todos”, disse o diretor. O gerente de Renovação de Concessões da RMS, Rafael Hipólito, lembrou que o Plano de Desenvolvimento e Zoneamento (PDZ) do Porto de Santos está alavancado na expansão do setor ferroviário.   

Rosana Valle, que preside a Frente Parlamentar para o Futuro do Porto de Santos, afirmou: “Meu objetivo será sempre lutar por mais empregos na região, melhorar a infraestrutura, evitar gargalos logísticos e encontrar soluções práticas e rápidas para os desafios regionais”.