Varal: um item necessário

Um processo natural e que deveria ser simples, mas muitas vezes acaba se tornando uma dor de cabeça

Comentar
Compartilhar
30 JUN 201415h01

Um processo natural e que deveria ser simples, mas muitas vezes acaba se tornando uma dor de cabeça. Falta de espaço para o varal, área de serviço que não pega sol, cordas pequenas demais para os lençóis. Como as áreas de serviço tornaram-se menores, a indústria de varais vem desenvolvendo modelos que se adaptam aos novos tempos: modelos para pequenos e grandes espaços, sejam eles lavanderias, áreas de serviço ou quintais.

Muitas vezes, por falta de espaço ou por ser algo que destoa do resto da casa ou apartamento, definir onde o varal irá ficar acaba virando um problema. A maioria das pessoas encara o varal como algo “feio”, pois ele irá expor diferentes tipos de roupa: desde as grandes até as íntimas.

Além de ter uma máquina de lavar e secar, as pessoas gostam de estender suas roupas ao sol. Quando isso não é possível, devemos planejar qual o melhor modelo de varal, posicionando-o, de preferência, próximo a uma janela, a fim de que tenha uma boa ventilação. Parece simples, mas a sua instalação não poderá atrapalhar o trânsito na área de serviço e deverá permitir que um grande número de peças sejam estendidas.

Alguns  modelos de Varal:

Varal de Chão: durável, prático e com alta resistência. Além de ser fácil de ser transportado, você pode levá-lo aonde for, numa viagem, por exemplo. Seu modelo pode ter abas ou não, pode ser em torre (formando prateleiras verticalmente), giratório (com a ação do vento) ou sanfonado;

Varal de Teto: ele é prático e permite estender roupas de diversos tamanhos. Existe o modelo tradicional e o de varetas (que permite descer uma vareta de cada vez para o uso). Como ele possui uma corda que regula a altura, é fácil de estender e regulá-lo, evitando-se transtornos na passagem.

Varal de parede: pode ser encontrado nos modelos com vareta (desce cada uma individualmente), sanfonado, fixo, dobrável, retrátil (extensível). O sanfonado é muito prático, pois ocupa pouco espaço em sua área de serviço (só será aberto quando realmente houver a necessidade de uso). O retrátil também é muito prático, sendo indicado tanto para interiores como para quintais, pois a sua principal vantagem é a liberação de espaço sempre que não houver roupa a ser pendurada; O modelo precisa ser instalado num local onde haja parede lateral, para fixação dos comandos - os anéis usados para movimentar cada vareta. o manuseio do varal individual: é preciso usar a haste de suporte para baixar e erguer as "cordas", por causa da velocidade com que elas caem se a vara auxiliar não for usada.


Varal de Teto (Foto: Divulgação)

Assim como as opções tradicionais, os varais individuais podem ser instalados no teto ou na parede. No primeiro caso, se o forro for de gesso, fura-se através dele e até a laje, onde é fixada uma bucha de aço; o acabamento é feito pelo suporte do varal. Quando não há espaço no teto, pode-se optar por usar braços presos à parede para fazer a instalação.

Modelos de varal dobrável: (alguns são chamados de varal toalheiro, muitas vezes usados em banheiros);

Varal de Muro: usado em áreas externas. Este tipo de varal pode ter corda móvel ou fixa; ser dobrado ou retirado quando não estiver sendo usado;

Elétrico: uma das grandes vantagens desse varal é a opção de ser feito sob medida, além de ter seu acionamento através de um botão evitando qualquer esforço para subir o varal;

Varal com Manivela: elevador manual posicionado na parede, que através de uma manivela, reduz o esforço para levantar o varal. Para facilitar o trabalho de movimentar o varal quando este está cheio, é possível instalar também uma manivela, que pode estar em qualquer parede do cômodo, ou mesmo um motor elétrico. Ambos os mecanismos, indicados para cadeirantes e idosos, têm a capacidade de parar a subida ou descida caso em qualquer ponto, o que permite, por exemplo, estender lençóis sem que encostem no chão.

Com Pregadores (mini varais): ideal para pendurar pequenas peças como calcinhas, cuecas e meias (o qual pode ser usado inclusive como varal íntimo em banheiros);

Varais com Cabo de aço: indicados para áreas externas; fixado com peças de sustentação caso não existam paredes laterais, podendo ser colocado de parede a parede.